» Colunas » Economia

29/05/2019
CDI X CDB X LCA X LCI

Saber  a rentabilidade real  dos investimentos de um CDB, LCI, LCA, CRA, entre outros é uma tarefa extremamente importante para quem está em processo de formação da sua carteira de investimentos. A rentabilidade é um dos fatores que devem ser levados em conta para definir os títulos mais adequados para o investidor, além do prazo, liquidez e risco do investimento.

O grande problema é que rentabilidade divulgada pelas instituições financeiras nem sempre é aquela que o investidor realmente vai receber, uma vez que o imposto de renda fica com uma parte dos juros da aplicação.

Escapar da mordida do leão é um dos motivos que fez com que muitos investidores buscassem investimentos isentos de imposto de renda e com boa rentabilidade. Mas ser isento não significa, necessariamente, que a rentabilidade seja superior a investimentos que sofrem a incidência do imposto de renda. Dessa forma, o investidor deve avaliar com cuidado a rentabilidade oferecida pelas instituições e fazer a comparação correta entre os títulos de interesse, fazendo alguns cálculos bem simples. Para entender os cálculos que serão ensinados, vamos abordar os seguintes tópicos:

Qual a diferença das LCI e LCA para um CDB?

Como o imposto de renda afeta meu investimento?

CDB x LCI/LCA: aprenda a comparar corretamente

 

Qual a diferença das LCI e LCA para um CDB?

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) têm feito muito sucesso entre os investidores, já que são investimentos em que não há incidência de imposto de renda sobre a rentabilidade do período, assim como a caderneta de poupança, mas com o diferencial de oferecem rentabilidade superior na maioria dos casos.

Diferente do Certificado de Depósito de Bancário – mais conhecido como CDB – que não tem necessidade de possuir lastro (garantia) para ser emitido, a LCI necessita de uma garantia, que é dada pelos financiamentos concedidos ao setor imobiliário pelo banco que deseja fazer a emissão. Com a LCA acontece o mesmo, mas os financiamentos são destinados ao setor do agronegócio. Para o investidor nada muda, já que esses títulos também são emitidos pelos bancos e possuem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) assim como o CDB, até o limite de R$ 250.000 por CPF e por emissor.

Cuidado com o Imposto de Renda

Por falta de atenção, muita gente acha que as LCIs e as LCAs têm rentabilidade acima do CDB só por serem isentas de imposto de renda. Mas as coisas não funcionam assim. Para fazer a comparação correta entre um CDB e essas duas modalidades de letras de crédito, é necessário levar em conta a alíquota do imposto de renda, que varia de acordo com o prazo do seu investimento.

Dessa forma, antes de começar a fazer o cálculo da comparação, o investidor precisa ter em mente qual é o prazo que pretende deixar o dinheiro aplicado. Esse é um fator que faz toda diferença no momento da escolha do título. Se o investidor pretende fazer o resgate antes do investimento completar 3 meses, a LCI e a LCA não são opções viáveis, já que, segundo a resolução nº 4.410 do Banco Central, esses dois investimentos necessitam ter prazo mínimo de vencimento de noventa (90) dias.

Para ficar mais fácil, vamos a um exemplo: você pretende investir 2 mil reais para resgatar somente daqui 365 dias. Seu banco te ofereceu como opções neste prazo um CDB que paga 110% do CDI e uma LCA que paga 85% do CDI. E agora, como saber qual desses dois investimentos tem rentabilidade maior? Para fazer a comparação, será necessário utilizar a tabela regressiva do IR para calcular o imposto devido sobre a rentabilidade:

Até 180 dias de investimento, 22,5%;

De 181 a 360 dias, 20%;

De 361 a 720 dias, 17,5%;

Acima de 720 dias, 15%.

A fórmula para fazer a comparação é a seguinte:

((% CDI do CDB) x (1 – (Alíquota do IR/100)))

Aplicando a fórmula:

((110) x (1 – (17,5/100))) = 90,75 líquido do CDI

ou

110% do CDI x 1- taxa do I.renda : 100 (obedecer as regras de matemática), ou seja, 1º dividir a alíquota do I.Renda, no caso 17,5 por 100 - 2º diminuir o resultado por 1 - 3º multiplicar o resultado por 110 (no caso 110% do CDI) - o resultado é a taxa líquida de rentabilidade do CDI para 361 a 720 dias.

Conclusão: Se a taxa do CDI for em média 5% ao ano a rentabilidade será de 4,53% ao ano para o prazo de 720 dias, caso a inflação seja de 4,53% ao ano seu dinheiro aplicado não rendeu absolutamente nada, no máximo, preservou o valor original o que também é discutível.

Dessa forma, para o prazo de 365 dias, o CDB está mais vantajoso que a LCA . Aplicando a mesma fórmula em outros cenários, é possível ter uma visão geral de quando este CDB começa a ter rentabilidade maior que a LCA . No nosso exemplo, perceba que para resgate até 180 dias o CDB tem rentabilidade menor, mas passa a compensar se o resgate for feito após 360 dias, já que a rentabilidade líquida será de 86% do CDI, ante os 85% que a LCA oferece. E se o resgate for feito após 2 anos, a rentabilidade líquida sobe mais ainda e chega em 89% do CDI.

CDB 105% CDI      LCA 85% CDI

Até 180 dias 81,4% 85%

De 181 a 360 dias 84% 85%

De 361 a 720 dias 86,6% 85%

Acima de 720 dias 89,3% 85%

Observação importante: perceba que o prazo do investimento é dado em dias, assim como a tabela regressiva do imposto de renda. Se existe um investimento com vencimento em 361 dias e outro com vencimento em 360 dias, a alíquota desse último vai ser maior do que o primeiro, mesmo os dois sendo na prática de 1 ano.

LCA - LETRA DE CRÉDITO AGRÍCOLA

LCI - LETRA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO

CDI - CERTICADO DE DEPÓSITO INTERBANC[ARIO


 


jas

Leia outras matérias desta seção
 » Lei anti-corrupção completa 6 anos
 » Medidas Provisórias: andamento
 » MP da Liberdade econômica
 » eSocial adiado
 » Lição de casa para os pseudo ecologistas
 » A insaciável máquina do desperdício de dinheiro
 » Canudo plástico a bola da vez
 » CDI X CDB X LCA X LCI
 » Nada mudou! nem a velha política
 » Os Privilegiados da Previdência
 » Planos de Saúde antigos-Reajustes
 » Poupança: acordo é mais uma palhaçada?
 » Como comprar um carro sem impostos
 » Caieiras inchando....até quando?
 » Como penalizar ainda mais o contribuinte inadimplente
 » Haja fraude!
 » Investimento: qual o melhor ?
 » Burrice endêmica
 » Domésticas: 70% estão na informalidade
 » Superfaturamento ou o feijão folheado a ouro



Voltar