» Colunas » Saúde

08/02/2017
Ibuprofeno alivia pouco a dor nas costas

Nova pesquisa indica que uso de substâncias do grupo de drogas anti-inflamatórias não esteroides tem pouco ou nenhum impacto na redução da dor

Após a ciência indicar que o paracetamol não é eficaz contra dores na coluna, um novo estudo conclui que o uso de ibuprofeno e aspirina não tem impacto clínico significativo no tratamento desse tipo de problema.

As substâncias do grupo de drogas anti-inflamatórias não esteroides são eficazes contra a dor nas costas, mas o efeito é muito pequeno.

Pesquisadores do Instituto de Saúde Global da Austrália realizaram um experimento com um grande grupo de pessoas que tiveram pouca ou nenhuma melhora atribuída aos efeitos dos medicamentos.

As 6.065 pessoas que participaram apresentaram 2,5 vezes mais chances de desenvolver problemas gastrointestinais, como úlceras e sangramentos.

“Não estamos argumentando que não se deve usar nada para aliviar a dor, mas as pessoas que usam esses tipos de medicamentos precisam saber que os benefícios são pequenos, que os seus efeitos colaterais podem ser danosos, e que conversar com médicos sobre os benefícios de outros tratamentos, como o exercício físico, pode valer a pena”, afirmou a pesquisadora Manuela Ferreira, ao The Guardian.

Chris Del Mar, especialista em medicina baseada em evidências, declarou à publicação britânica que 99,9% dos casos de dor aguda na coluna resolvem-se sozinhos, mas que as pessoas tomam remédios porque desejam uma solução – e os médicos recomendam os remédios porque precisam oferecer um tratamento que, aparentemente, atenda às expectativas do paciente. Del Mar, porém, afirma que médicos e pacientes dão muito mais crédito ao efeito dos remédios do que as evidências científicas indicam.


The Guardian

Leia outras matérias desta seção
 » Vitaminas em excesso são prejudiciais
 » A gripe espanhola x coronavírus a história se repete
 » Coronavírus: Aspirina pode ser benéfica
 » Coronavírus: Macrófago é um dos vilões
 » Coronavírus:Pode permanecer mais de 14 dias no organismo
 » Coronavírus:Pacientes resistentes podem ajudar
 » Leucemia linfoide aguda (LLA),
 » Coronavírus:Antiviral é aprovado
 » Coronavírus:catástrofe iminente
 » Coronavírus:vem aí o spray nasal
 » Coronavírus:Quem está com ele pode se vacinar?
 » Coronavírus:Variante P1 está se alastrando rapidamente
 » Paralisia facial reversão com laser
 » Vitamina D:suplemento não tem melhoras
 » Quando as vitaminas se tornam tóxicas
 » Coronavírus-remédio para câncer é esperança
 » Coronavírus:Atividade física não evita agravamento
 » Coronavírus: quanto tempo leva a resposta imunológica da vacina?
 » Vacinação: Perguntas e Respostas
 » Coronavírus :em nossas UTIs as mortes são altas


Voltar