» Colunas » Economia

23/03/2020
Pandemia ou Pandemônio ?

PANDEMIA OU PANDEMÔNIO?

Passado um mês do primeiro caso de coronavírus no Brasil, o que temos? Um verdadeiro pandemônio. Notícias cada vez mais alarmantes como se fosse o fim dos tempos, o apocalipse final.

Alguns políticos comportam-se com histeria decretando medidas drásticas que geram pânico. Com isso ficam mais tempo na televisão que os pastores evangélicos, ajudam mais sua pretensa campanha eleitoral que outra coisa.

Vejamos as consequências que já estão se avolumando dia a dia: A cascata da parada total.

- Comércio parado

- Indústrias parando com cancelamento de pedidos e solicitações de prorrogação de pagamento feito pelos clientes (alguns deles com problemas genuínos de fluxo de caixa, dada a redução drástica da demanda, outros já se aproveitando da situação, o bom e velho jeitinho brasileiro) com perspectiva imediata de desemprego em massa

- Inadimplência galopante nos próximos dias

- Diminuição drástica na arrecadação de impostos

- Desabastecimento

- Criação de mercados negros de alguns produtos

- Alta do dólar

- E por fim, quebradeira geral das empresas. Enfim, caos.

Segundo o Ministro da Saúde 50% da população será contaminada, desses 80% terão sintomas leves, 15% terá que ser hospitalizada com sintomas moderados ou fortes sem necessidade de UTI, e 5% com sintomas graves vai precisar de UTI.

O pico dos casos, segundo o presidente do Hospital Albert Einstein deve ocorrer no início de Abril, em determinado momento essa curva começa a desacelerar e o número de casos se torna cada vez menor, se tornando controlável com o passar do tempo.

Essa variável é uma das principais para determinar os destinos do país, o tempo, claro que neste primeiro momento é imprescindível o isolamento de forma a não saturar nossos serviços de saúde e reduzir a velocidade de contágio, porém essa medida de paralisação completa se torna cada dia mais amarga com o passar do tempo. Em determinado momento existirá um trade-off, como é chamado em economia, ou seja, um dilema que nossos governantes terão que decidir. O caos econômico ou o caos na saúde? Ambos trarão enormes prejuízos a população, cada um em sua forma.

Claro que como tudo mudou em questão de dias, tudo pode mudar novamente, a descoberta de medicamentos novos ou que já estão sendo testados, mutações do vírus, novas medidas por parte dos governos, e só poderemos saber se o que foi feito foi o melhor depois que tudo passar, mas ai, pode ser que seja tarde demais.


Edson Navarro Jr - Economista

Leia outras matérias desta seção
 » Simples Nacional terá limite aumentado diz Deputado Bertaiolli
 » Gasolina e Diesel aumentam e sobra blá blá blá
 » Vai se aposentar? veja as novas regras
 » COP26: preço de petróleo deverá despencar nos próximos 15 anos
 » Os riscos do open banking (Banco aberto)
 » Mais imposto: IOF sobe
 » Estagflação em 2022 ?
 » Paulo Guedes, o Faria Loser
 » Atenção ladroagem nacional
 » FGTS: Lucros serão depositados veja como sacar
 » Energia elétrica sobe muito este mês e não para
 » Suspensão dos contratos de trabalho
 » Reforma tributária quando ? provavelmente nunca
 » I.Renda não caia na malha fina
 » A inflação real 2020-2021 e os preços em 1997
 » Carta dos Economistas dura e realista
 » vacina contra o covid19 x atraso tecnológico
 » Como economizar milhões com o bolso alheio
 » Como arrombar um orçamento
 » Quem prometeu cabide de emprego não vai cumprir



Voltar