23/05/2022
Vivemos incomodados pelos anormais

Nestes tempos tão tumultuosos em que vivemos parece que os seres humanos ficam doidos devido ao bombardeio de tantas aberrações de informações a que estão sujeitos e que são provenientes dos meios de comunicação desonestos e maldosos. Os remanescentes (os idosos) daqueles bons tempos de quando a moral, a ética, a honestidade, a verdade, a sinceridade, o respeito, as amizades, a solidariedade, a responsabilidade e etc. existiam, os remanescentes daqueles tempos saudosos ficam “horrorizados” ao testemunharem as tantas idiotices que agora diariamente são promulgadas por aqueles que distorcem os valores da existência que anteriormente coabitavam entre as pessoas que eram humildemente e moralmente normais.

Nesta atual circunstância de contínuo desmazelo intelectual ou mental patente entre parte do povo e entre vários dos representantes do povo, melhor pode-se concordar com o que disse William Shakespeare (1564 – 1616): “Choramos ao nascer porque nos deparamos com um panorama de dementes” (risos). Se perguntassem para os que ainda não foram enganados por politicagens quem seria para eles “o mais demente” desse panorama atual de discrepâncias humanas?

Entre os que estão habituados (viciados) a se inteirarem dos noticiários diários, sejam eles pela velha mídia ou pela internet, muitos em seus comentários sobre o que assistem, ouvem ou leem, demonstram descontentamento e até revolta contra aqueles que os noticiários divulgam suas imbecilidades, sejam elas políticas ou jurídicas. Então, os descontentes ou revoltados, eles têm sim seus dementes de preferência (risos). Se lá no distante passado Shakespeare já considerava a existência de dementes, aqueles que por aqui também são, eles não têm suas manifestações escritas ou orais impedidas pelos que não são dementes.

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » O finito no infinito
 » Vida eterna
 » O Alcebides da Ilha das Cobras
 » Ingenuidade generalizada nacionalmente
 » Vivemos incomodados pelos anormais
 » Perdidos no espaço
 » Quando o futuro nos aparece?
 » Pensamentos perturbadores
 » Coisas da vida
 » Saudades da solidão
 » Afinal quem somos de verdade ?
 » Quem são mesmo os racionais e os irracionais?
 » Os Mitos e a Eternidade
 » Tudo Passa e tudo passará
 » A “Maria vai com as outras” se generalizou
 » O bonde de São Januário
 » A curiosidade e os curiosos
 » Mentiras confortantes
 » Chutando lata pela rua
 » O dia de Natal para os porcos

Voltar