» Colunas » Editorial

22/11/2013
Quo vadis Comcid

Aos novos Conselheiros

 

O que se temia aconteceu, o Comcid virou só mais um Conselho formal  e não poderia ser diferente. Composto por funcionários públicos  e  até por entidades cuja atividade pouco tem a ver com a Cidade, agoniza. Dos primeiros participantes tidos como "civis" restam poucos, a maioria preferiu sair a ver seu nome ligado a assuntos que não concordou. A transparência nunca foi o forte dos presidentes, talvez por  receio de provocar a ira do verdadeiro mandatário, o prefeito. Equívocos aconteceram aos montes, aqueles que  no começo se prontificaram a participar e  acreditaram que o órgão teria força decisória, logo viram suas convicções irem por àgua abaixo e bateram em retirada, afinal para que discutir decisões previamente tomadas, não tinha sentido.

O tempo mostrou que o destino do Comcid não fugiu a regra de todos os outros conselhos,  serve para referendar decisões do político de plantão. Quanto aos conselheiros tiveram sua parte no desmonte, acreditaram na lei que diz ter o Conselho poder deliberativo quando na prática não tem, é ficção. Mesmo porque não pode um Conselho sobrepor-se a autoridade  legitimamente eleita pelo povo, criou-se uma situação de conflito, decisões negativas do Conselho foram aprovadas pelo prefeito e vereadores, estes também sem nenhuma subordinação ao Conselho. Mas para que serve o  Comcid ? - em nossa forma de governo e regime político, para justificar uma participação popular utópica.


Edson Navarro

Leia outras matérias desta seção
 » Liberdade de Imprensa
 » Caieiras: As trapalhadas do Gilmar
 » Caieiras:Mais um imbróglio da gestão Gilmar
 » Caieiras:Despesas de 2021 tem limite ultrapassado
 » Lagoinha e seus Jabutis
 » Recado para prefeitos "distraídos" ou caloteiros
 » Caieiras:Prefeitura inova na execução fiscal
 » Caieiras:Como cutucar a onça com vara curta
 » Caieiras:Professores quem liga para eles?
 » Caieiras: Prefeito corre o risco de virar peneira
 » Caieiras:Exemplo de como gastar o dinheiro público
 » Lagoinha o rei dos imbróglios, agora é o subsídio!
 » Semeando a discórdia
 » As licitações "bomba relógio" em Caieiras
 » Caieiras: O Município que nada em dinheiro
 » Dr. Peter (Juiz da Comarca) rejeita queixa crime do prefeito lagoinha contra o vice, dr. cleber
 » Prefeitos: Receita infalível para se tornar inelegível
 » Guedes inventa um pássaro sem asas
 » Janio Quadros: faz quase 40 anos que esteve em Caieiras
 » Caieiras: a loucademia de maus políticos



Voltar