29/07/2020
O inexplicável sentido da vida

Quando se pergunta para alguém qual é o significado da vida, ninguém tem uma resposta condizente com a coerência. Que o leitor deste texto a seguir se sinta perguntado também: Qual o significado da vida? Com certeza o leitor ficará confuso e não terá resposta, pois, poucos se perguntam sobre isso. Filosofias e religiões até que tentam explicar o significado da vida, mas, comprovação do que explicam não existe.

O homem desde que nasce se encontra num mundo já todo preparado de como os seres humanos conduzem suas vidas num emaranhado de desejos, ambições, entretenimentos, religiões, superstições e etc. e a ele parece que só resta mesmo imitar aos outros no como se é viver neste mundo de tantas diversidades e adversidades existente entre eles.

Para qualquer ser humano é o passar dos anos que muito “devora” do que ele julgara importante em sua vida. Sendo assim, talvez, o mais importante seja apenas viver. Nisso, talvez, esteja o significado da vida, o apenas viver ou existir “com o que der e vier”. Parece que de verdade outro significado nunca se saberá, a menos que se invente um para agradar e consolar quem tem a curiosidade de saber qual seria o propósito da vida.

Como “dito” acima, neste mundo com tudo já preparado, isso serve como padrão para que todos se pareçam em seus modos de ser e viver. Se assim é, atualmente, com quase oito bilhões de habitantes neste mundo, então, o significado da vida, se houver, seria o mesmo para todos. Diferente da “tida” missão que temos que desempenhar na vida que é particular para cada um, somando então quase oito bilhões de missões a se cumprir no mundo. Ah se eu soubesse qual teria sido a minha... ...

Altino Olimpio

 

 

 



Leia outras matérias desta seção
 » Mas que falta de consideração
 » Nada como poder falar e aparecer
 » Minhas andanças por ai
 » Agora temos contatos, mas não com tatos
 » Quem sabe, sabe e conhece bem
 » A enganação parece eterna
 » A grande fraternidade branca
 » Os dias que sempre nos esperam
 » Frases ou lembranças que me chegam
 » O paraíso perdido
 » Penso, logo existo. jargão antigo
 » Os ladrões do tempo
 » A sacanagem não muda
 » Para os que não pensam pensarem
 » Não é tudo que o tempo modifica
 » O braço direito do homem
 » O inexplicável sentido da vida
 » Tempos e contratempos
 » Raciocinar cansa muito
 » Se formos o que pensamos...

Voltar