28/06/2022
O finito no infinito

Quando ainda não éramos quem pensamos ser nem imaginávamos quem ou o que iríamos ser diante da grandeza deste mundo e sob o infinito que a nossa visão nada vê além do noturno brilho das estrelas. Quem já se perguntou quem é de fato, porque e para que está aqui neste planeta? Nesta pergunta está a curiosidade do querer saber do significado da vida, embora tal curiosidade não seja geral para Inquirir sobre esse tema que até hoje não se chegou a uma conclusão que agradasse, que confortasse ou mesmo que decepcionasse a todos. Nenhuma das instituições religiosas, esotéricas ou filosóficas têm ou tiveram respostas reais ou fidedignas para esse ainda mistério da vida.

Sabe-se que muitos pensam que sabem porque seguem outros que também pensam que sabem (risos). O conhecimento humano se restringe ao que se aprende de outros seres humanos. Isso já tem início na escola quando o que as crianças aprendem vem de outros, dos seus professores. Nas escolas as crianças aprendiam a memorizar e raciocinar. Infelizmente, com o passar do tempo, ao se tornarem adultas, tal aprendizado deixa de ser utilizado. Por isso, muitos adultos são facilmente manipulados por outros. Muito do que é dito ou escrito sobre o que e como é a vida, se quem ouve ou lê sobre isso usar o raciocínio, usar a razão ao invés de usar a emoção poderá perceber que muito do que é considerado possível é impossível de ser.

Sempre é bom questionar o que vem de outros, mas, também é bom sempre se questionar sobre o que é duvidoso que o nosso cérebro ainda retém ou mantém como verdade. Para nós que somos finitos o infinito do universo ou do cosmos está a comprovar o infinito de tudo o que não sabemos. Sempre é bom lembrar que tudo o que sabemos nos vieram dos homens e estes foram especialistas em inventarem verdades aceitas por outros sem serem raciocinadas.

Hoje em dia parece que os que não pensam, pensam melhor (ou vivem melhor) do que aqueles que tanto pensam no que outros pensaram e relataram. Jamais a sabedoria humana será total sobre todos os aspectos que regem a vida, entretanto, desde que nascemos convivemos apenas com o que a nossa percepção cerebral nos capta do nosso viver na natureza daqui deste planeta e tudo o mais sobre a vida são apenas ideias humanas. Propositalmente este texto não está nada objetivo sobre o que ele quer significar, mas, poderá suscitar nos mais pensativos como ideias de outros podem ser relevantes ou irrelevantes para serem consideradas.

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » O finito no infinito
 » Vida eterna
 » O Alcebides da Ilha das Cobras
 » Ingenuidade generalizada nacionalmente
 » Vivemos incomodados pelos anormais
 » Perdidos no espaço
 » Quando o futuro nos aparece?
 » Pensamentos perturbadores
 » Coisas da vida
 » Saudades da solidão
 » Afinal quem somos de verdade ?
 » Quem são mesmo os racionais e os irracionais?
 » Os Mitos e a Eternidade
 » Tudo Passa e tudo passará
 » A “Maria vai com as outras” se generalizou
 » O bonde de São Januário
 » A curiosidade e os curiosos
 » Mentiras confortantes
 » Chutando lata pela rua
 » O dia de Natal para os porcos

Voltar