23/05/2024
Qual é o sentido da vida se é que existe algum?

Qual é o sentido da vida se é que existe algum?

Todo ser humano deveria saber sobre tudo o que viria a esclarecer sua vida, mas, o que se sabe é que parece que ele pouco sabe mesmo sobre si mesmo. Ele pensa em ser quem é devido ao nome que tem o seu corpo físico. Mas, seu corpo não traz à tona seu modo de ser, seus pensamentos, suas crenças, suas opiniões, sua cultura se a tiver e etc. Sendo assim, ele sabe que vive neste mundo, mas, tem ele condições de saber qual é o sentido da vida. Para muitos o sentido da vida é viver em busca da felicidade. Outros poucos dizem que o sentido da vida é nascermos para a continuidade da humanidade aqui na terra. 

Se assim for, então, nós somos apenas material para “mão de obra” com que a natureza se utiliza para construir os seres humanos que venham a trabalhar para ela nas transformações físicas ou materiais que ocorrem no mundo físico (risos). Mas, é preciso resolver a questão sobre qual é o sentido da vida. Isso depois eu explico direitinho (risos). Se nascemos para a continuidade da humanidade, então, não há outro sentido na vida, a não ser o “sentido” de sermos usados sem saber para a multiplicação da espécie humana (risos). 

Entretanto, os homens, esses incorrigíveis imaginativos, parece que eles encontram o sentido da vida onde ele não existe. Outros acreditam que não existe um sentido na vida e por isso o melhor seria cada um criar o seu próprio sentido. Bom também é lembrar que o sentido da vida, para aqueles que querem saber qual seja, ele sempre termina lá no cemitério. Isso sim é que tem sentido na vida e não há discórdia sobre ele (risos). Agora, explicando direitinho qual é o sentido da vida, ele não tem um sentido que se possa definir por quem quer que seja, muito menos por mim, que, se pudesse definir qual é o verdadeiro sentido da vida eu seria o único ser deste mundo que viesse a saber (risos). 

Altino Olímpio



Leia outras matérias desta seção
 » Nascer é o substituir do que está a morrer
 » Antigamente se dizia que a vida já era uma escola
 » Deus, o sol, o mundo e a Natureza
 » Mundo teatro das ilusões e das superstições
 » O tempo está em tudo
 » Somos ou não somos importantes?
 » É verdade que quem morre descansa?
 » O sistema sempre cai
 » Pensar nos pensamentos
 » Ele está voltando
 » Qual é o sentido da vida se é que existe algum?
 » A alma humana em destaque
 » Melhor não seria nós só crermos...
 » Mundo desprotegido
 » Nesta época quantos iluminados existem no mundo?
 » Opiniões ou conclusões impopulares
 » Turismo na UPA de Perus
 » A solução
 » No mundo existem crédulos e incrédulos
 » Joana d’Arc (1412 – 1431)

Voltar