23/10/2020
Mas que falta de consideração

Lembro-me de um guru que disse sábias palavras ou conselhos que serão sempre atuais. Ele até falou que a palavra “consideração” deveria ser banida do dicionário. Tal palavra se “levada ao pé da letra” pode ser prejudicial, dependendo das circunstâncias. Sobre isso basta nos lembrarmos das situações de quando alguém nos pede algo para fazer ou nos envolver com fatos que não nos dizem respeito. Por causa da consideração que temos pelo alguém lhe fazemos o que nos pede e às vezes até nos envolvemos em problemas que só a ele pertencem.

O pior é que pela consideração, muitas vezes, com contrariedade é que atendemos as solicitações dos nossos “considerados”. A consideração muitas vezes nos impede de responder com um “não” quando respondemos com um “sim” mesmo estando contrariados com essa decisão. Tal decisão poderá posteriormente se tornar num arrependimento.

Também, às vezes, a consideração pode nos tornar falsos ou hipócritas quando concordamos com a opinião de alguém que é contrária a nossa só para agradá-lo. Por isso, nos dias a dias de nossa existência, às vezes nos deparamos tendo a consideração pelos outros que deveríamos desconsiderá-las. Quando por consideração a alguém fazemos por ele o que não queremos ou não gostamos de fazer, nisso está à “desconsideração que temos por nós mesmos”.

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » Os brasileiros sempre foram bondosos
 » Antigamente o absurdo era inconcebível
 » Fim de domingo
 » Mas que falta de consideração
 » Nada como poder falar e aparecer
 » Minhas andanças por ai
 » Agora temos contatos, mas não com tatos
 » Quem sabe, sabe e conhece bem
 » A enganação parece eterna
 » A grande fraternidade branca
 » Os dias que sempre nos esperam
 » Frases ou lembranças que me chegam
 » O paraíso perdido
 » Penso, logo existo. jargão antigo
 » Os ladrões do tempo
 » A sacanagem não muda
 » Para os que não pensam pensarem
 » Não é tudo que o tempo modifica
 » O braço direito do homem
 » O inexplicável sentido da vida

Voltar