17/08/2023
Prisões espirituais

Prisões espirituais
Interessante em como os seres humanos ficam sabendo e divulgando suas descobertas, aquelas sobre “fatos” de um plano espiritual que também ocorrem em outros planetas. Se encontra na internet, para quem quiser assistir, vídeos sobre a existência de hospitais e de penitenciárias espirituais. Estas, “existem” em nosso sistema solar, uma no Planeta Mercúrio, uma na lua e outra no Planeta Plutão. O saudoso médium Chico Xavier (1910-2002) foi quem revelou à Geraldo Lemos Neto (Diretor-secretário da União Espírita Mineira de 1983 até 1995 e que foi o autor da biografia do Chico Xavier) que o espírito do nazista Adolf Hitler (1889-1945) se encontra numa prisão no Planeta Plutão onde ficará preso por mil anos.

O famoso e saudoso Mahatma Gandhi (1869-1948) foi um advogado anticolonialista e líder pacifista indiano tendo sido o principal personagem da independência da Índia que se libertou do domínio inglês. Como divulgado na internet, ele pediu para Jesus permissão para visitar o espírito do Hitler lá na cadeia de Plutão. Isso, para auxiliar na recuperação dele, do Hitler, que não iria poder reencarnar enquanto estivesse preso.

Como existem contraditórias, Sidarta Gautama, o Buda (563-483 a. C.) que apoiava a teoria da reencarnação porque nasceu na Índia, questionou a mesma e no final disse que não temos um ego (alma) de fato. Que o que somos é uma relação de vários fatores e que no final se chega à conclusão que o ego ou alma não passa de fantasia. Se for assim reencarnação não há.

Quanto ao Chico Xavier, se passaram muitos anos depois daquele dia em que ele se apresentou num programa de televisão tendo muitas pessoas presentes no auditório. Durante o programa várias vezes foi anunciado que logo ele estaria presente e isso criou uma expectativa até nacional. Quando ele compareceu e depois de ter tido uma rápida entrevista com os apresentadores do programa, ele sentou-se numa cadeira junto à uma mesa, colocou uma de suas mãos na testa, inclinou sua cabeça e começou a se pronunciar para o auditório e para as câmeras que o estavam transmitindo para os telespectadores. Ele falou, falou e falou e não disse nada que fosse relevante para os ansiosos, que, como eu, esperavam por algo que fosse inusitado, incomum, excepcional. Mas, mesmo não tendo sido expressivo como eu queria, ele foi aplaudido de pé pelo auditório. Foi uma boa experiência para a minha ansiedade e curiosidade daquele dia.

Quanto ao Hitler, coitado, será que está sendo bem tratado lá na prisão de Plutão? Será que, como é aqui nesta Terra ele pode ter visitas intimas, tomar banho de sol, sair temporariamente da cadeia no dia dos pais e nos dias de Natal? Ele que estará preso por mil anos por causa de suas atrocidades, ou melhor, por causa do genocídio do qual foi o principal responsável, será que ele conseguirá se regenerar e se tornar normal como todos os homens? Aguardemos, então, e daqui há mil anos iremos saber se de fato ele se curou das tantas crueldades que praticou. Aqui abaixo está o link que explica melhor os fatos sobre o Hitler que foram narrados aqui.



Leia outras matérias desta seção
 » Nascer é o substituir do que está a morrer
 » Antigamente se dizia que a vida já era uma escola
 » Deus, o sol, o mundo e a Natureza
 » Mundo teatro das ilusões e das superstições
 » O tempo está em tudo
 » Somos ou não somos importantes?
 » É verdade que quem morre descansa?
 » O sistema sempre cai
 » Pensar nos pensamentos
 » Ele está voltando
 » Qual é o sentido da vida se é que existe algum?
 » A alma humana em destaque
 » Melhor não seria nós só crermos...
 » Mundo desprotegido
 » Nesta época quantos iluminados existem no mundo?
 » Opiniões ou conclusões impopulares
 » Turismo na UPA de Perus
 » A solução
 » No mundo existem crédulos e incrédulos
 » Joana d’Arc (1412 – 1431)

Voltar