» Colunas » Economia

09/11/2011
O famigerado fator previdenciário

O famigerado fator previdenciário

Criado para buscar a equivalência entre contribuição e benefício e o equilíbrio entre tempo de contribuição e tempo de recebimento, o Fator Previdenciário promove a redução do benefício no futuro.

A nova fórmula de cálculo do salário do benefício considera praticamente toda a vida laborativa do trabalhador e não mais apenas os últimos anos.

Ela busca incentivar os indivíduos a trabalharem por mais tempo, aumentando o benefício daqueles que demoram mais para se aposentar e penalizando a aposentadoria precoce, que é duplamente maléfica para o sistema. Primeiro porque o indivíduo receberia o benefício por mais tempo. Segundo porque também estaria deixando de contribuir alguns anos para o sistema.

Como é feito o cálculo

A equivalência entre contribuição e benefício é alcançada por meio da fórmula Sb = M x f. Sendo que Sb é o salário de benefício, M  a média dos 80% maiores salários de contribuição do segurado durante todo seu tempo de contribuição, corrigidos monetariamente (a partir de julho de 1994) e f é o fator previdenciário.

Já o equilíbrio entre tempo de contribuição e tempo de recebimento será garantido por meio da seguinte fórmula que resulta do Fator Previdenciário:

f=tcxa:es.x(1+1d+tcxa;100)=

f     fator previdenciário;
Tc  tempo de contribuição de cada segurado;
a    alíquota de contribuição do segurado; 
Es  expectativa de sobrevida do segurado na data da aposentadoria;
Id   idade do segurado na data da aposentadoria

Para entender melhor, avalie a equação em dois momentos:

1º - (Tc x a)/Es: Garante que haverá coerência entre o período de contribuição e a esperança de vida no momento da aposentadoria. Aquele que contribuir por pouco tempo e tiver uma elevada esperança de sobrevida, terá um benefício proporcionalmente mais baixo.

2º - (Id+Tc x a)/100: beneficia com um prêmio os segurados que permanecem em atividade por mais tempo, uma vez que sendo maior a idade de aposentadoria, maior a contribuição e maior o salário de benefício.

Veja informações sobre Previdência Social em http://www.mpas.gov.br

Conheça o material desenvolvido pelo INSS sobre Educação Previdenciária em http://www.mpas.gov.br/arquivos/office/3_111021-151808-060.pdf

Na próxima semana, reflita sobre como se preparar para a aposentadoria.


Série Previdência e Aposentadoria - Matéria 2


Isabel Bogajo Duarte
Jornalista

 



Leia outras matérias desta seção
 » Selic a 2% o Banco Central errou feio.....
 » Debate no Instituto de economia da Unicamp
 » TCE: Iprem Caieiras, má administração,irregularidades e prejuízo
 » Tributar Livros e Jornais
 » Planos de Saúde estão proibidos de reajustar
 » Nova gasolina:perguntas e respostas
 » Reforma Tributária
 » Declaração I.Renda do MEI
 » Organizações Sociais o peso da corrupção
 » Licitação: erros primários ou propositais?
 » Coronavírus vai custar caro para Caieiras
 » Pequenas empresas: sobrevivência a pandemia
 » Guedes inventa um pássaro sem asas
 » Redução de jornada e salário e suspensão de contratos
 » Crédito para micro e pequenas empresas
 » Redução do salário e jornada de trabalho-STF
 » Coronavírus vai deixar uma herança amarga
 » Na crise use a criatividade
 » Coronavírus:respiradores, a improvisação nacional
 » Coronavírus: Dia da mentira ou dos políticos, como queiram



Voltar