» Colunas » Economia

08/02/2019
Caieiras inchando....até quando?

A empresa Marbre pretende construir quatro torres com 357 apartamentos populares (Minha Casa Minha Vida). O empreendimento localiza-se na confluência da Rodovia Tancredo Neves com a Avenida Marcelino Bressiani, entre as Ruas Barueri, Rua Osasco e Rua Geny Góis de Morais, em frente ao Teatro Municipal, bairro do Serpa. Quando finalizado vai adicionar quase 7 mil pessoas ao bairro.

Para tanto apresentou o EIV -Estudo de Impacto na Vizinhança) ao COMCID (Conselho da Cidade) com informações sobre a obra. O estudo é claramente favorável e apresenta algumas contradições com a realidade do bairro e a Cidade.

Mostra a Rodovia Tancredo Neves como via de entrada e saída mas não diz que ela sofre de congestionamento crônico, aponta escolas públicas como suficientes enquanto a população do Jardim Marcelino diz que faltam vagas. Também não cita os gases emitidos pelo lixão da Essencis que levam crianças e idosos ao Pronto Socorro.

A situação de mobilidade no bairro sabidamente péssima é tratada como normal e acrescentar mais 7 mil pessoas e seus veículos certamente não vai melhorar em nada, muito pelo contrário. O acesso ao Jardim Marcelino que já apresenta problemas pelo excesso de carros nas horas de pico, só tende a piorar.

Cita que as habitações serão destinadas a compradores de classe média que se enquadrem no programa federal de financiamento “MInha Casa Minha Vida” sabidamente o enquadramento de milhões de brasileiros como “classe média” foi uma semântica criada pelo ex-governo Lula da Silva. Talvez o estudo coloque isso para justificar que menos recursos públicos seriam necessários para dar educação, saúde, etc. o que está longe de ser verdade.

Enfim, o Estudo é detalhado e possui muitas informações genéricas embora pinte com cores alegres e festivas a realidade Caieirense, a conclusão é que o projeto vai inchar ainda mais a Cidade, já saturada e relativamente ilhada por falta de acessos. O Estudo peca pela falta de parecer de profissional da àrea, único por competência legal para avaliar os efeitos e reflexos sobre a administração pública, um Economista. O Comcid,o Prefeito e a Câmara de Vereadores tem uma batata quente nas mãos.

Obs. Não há referência a realização de Audiência Pública conforme manda a Lei.

Leia o EIV na íntegra

Acesse o Link: http://www.caieiraspress.com.br/upload/eiv-marbre.pdf


Edson Navarro - Economista

Leia outras matérias desta seção
 » Selic a 2% o Banco Central errou feio.....
 » Debate no Instituto de economia da Unicamp
 » TCE: Iprem Caieiras, má administração,irregularidades e prejuízo
 » Tributar Livros e Jornais
 » Planos de Saúde estão proibidos de reajustar
 » Nova gasolina:perguntas e respostas
 » Reforma Tributária
 » Declaração I.Renda do MEI
 » Organizações Sociais o peso da corrupção
 » Licitação: erros primários ou propositais?
 » Coronavírus vai custar caro para Caieiras
 » Pequenas empresas: sobrevivência a pandemia
 » Guedes inventa um pássaro sem asas
 » Redução de jornada e salário e suspensão de contratos
 » Crédito para micro e pequenas empresas
 » Redução do salário e jornada de trabalho-STF
 » Coronavírus vai deixar uma herança amarga
 » Na crise use a criatividade
 » Coronavírus:respiradores, a improvisação nacional
 » Coronavírus: Dia da mentira ou dos políticos, como queiram



Voltar