» Colunas » Saúde

29/09/2008
Exercício físico de adolescentes reduz riscos de câncer de mama, diz estudo

Um novo estudo realizado por pesquisadores norte-americanos indica que fazer exercício físico intenso por dez anos --começando por volta dos 12 anos de idade-- pode ajudar a proteger as garotas de terem câncer de mama quando elas crescerem.

Isso aponta para o benefício da atividade física sustentável da adolescência até a fase adulta, para ganhar o benefício máximo... afirma Graham Colditz, da Universidade de Medicina de Washington em Sant Louis, o principal autor do estudo.

Os pesquisadores acompanharam 65 mil enfermeiras de 24 a 42 anos que participavam de uma pesquisa maior sobre saúde. Elas responderam a questionários detalhados sobre suas atividades físicas, desde a época em que tinham 12 anos. Durante seis anos de estudo, 550 foram diagnosticadas com câncer de mama, antes de entrarem na menopausa.

As mulheres que eram fisicamente mais ativas enquanto adolescentes e jovens eram 23% menos suscetíveis ao desenvolvimento de câncer de mama antes da menopausa do que aquelas que têm comportamento sedentário, afirmam os pesquisadores, em estudo publicado no Journal of the National Cancer Institute. O maior impacto foi registrado entre mulheres que mantinham exercícios físicos entre 12 e 22 anos de idade.

O menor risco de tumor foi registrado entre mulheres que faziam 3 horas e 15 minutos de corrida ou outros exercícios físicos vigorosos por semana --ou 13 horas por semana de caminhada. As adolescentes informaram que faziam exercícios físicos mais fortes, enquanto as adultas diziam optar pela caminhada.

De acordo com os pesquisadores, isso ocorre porque o exercício físico reduz os níveis de estrogênio, hormônio que tem sido relacionado ao risco de câncer. Estudos com atletas adolescentes mostram que o exercício físico intenso pode atrasar o início da menstruação e causar ciclos irregulares.



Folha Online

Leia outras matérias desta seção
 » Bactérias da Antartica contra o câncer
 » Corticóides contra o coronavírus
 » Zolgensma o absurdo de US$ 2 milhões
 » Com tratamento precoce risco de morte cai
 » Colchicina age contra o coronavírus
 » Tuberculose novos fármacos para o futuro
 » Coronavírus: perda repentina do olfato
 » Coma Ovo.....ou não ?
 » Guaraná contra o diabetes tipo 2
 » Nova terapia para o mal de Parkinson
 » Coronavírus são seis tipos com sintomas diferentes
 » Coronavírus: teste pelo plano de saúde
 » A pandemia e a depressão em crianças
 » Coronavírus x tipo sanguineo
 » Pomada para feridas diabéticas
 » Coronavírus:Omega 3 x Covid19
 » Reumatismo e seus vários tipos
 » Colesterol alto x coronavírus
 » Coronavírus:Imunidade cruzada
 » Coronavírus: Porque os Diabéticos correm mais risco


Voltar