» Colunas » Saúde

14/10/2008
Matar células de gordura pode reverter o diabetes, diz estudo

Cientistas da Universidade da Califórnia descobriram que, matando certas células imunológicas na gordura e nos músculos, pode-se rapidamente reverter a resistência à insulina, ajudando a combater o diabetes.

Em testes com ratos obesos, usando um truque genético, os pesquisadores atacaram subgrupos específicos de células chamadas macrófagos nos tecidos de gordura e musculares. E observaram bons resultados na resistência à insulina, além de redução nos níveis de gordura no fígado dos animais.

O tratamento matou essas células em horas, a resistência à insulina simplesmente se reverteu... disse o pesquisador Jerrold Olefsky. E, segundo os autores ...argumenta-se fortemente que os macrófagos são causadores de inflamações que levam ao diabetes (em pessoas obesas).

Os pesquisadores destacam, porém, que ainda não está claro se essas descobertas podem ser extensivas aos humanos. De qualquer forma, segundo eles, se os resultados se repetirem em humanos e os cientistas descobrirem um marcador exclusivo dos macrófagos nos tecidos de gordura, eles poderão desenvolver uma droga para acabar com essas características ou converter essas células em outros tipos de células menos inflamatórias.

PortalDiabetes.com.br

Leia outras matérias desta seção
 » Vacinação: Perguntas e Respostas
 » Coronavírus :em nossas UTIs as mortes são altas
 » Melatonina uma muralha contra o covid19 no pulmão
 » Coronavírus: A nova variante mais contagiante
 » Coronavírus: Cientistas da USP fazem um panorama da situação
 » Alimentos que reduzem o colesterol e o triglicérides
 » Droga experimental pode reverter problemas na memória
 » Teste do covid19 pela saliva
 » Coronavírus: inflamassomas
 » O calor veio para ficar
 » Artrite reumatóide x hemopressina
 » Cirurgia combinada catarata mais buraco macular
 » Coronavírus o que temos hoje para combater
 » Própolis vermelha é anticancerígena
 » Catarata: proteína pode estar ligada a ela
 » Coronavírus: Vitamina D ajuda
 » Bactérias da Antartica contra o câncer
 » Corticóides contra o coronavírus
 » Zolgensma o absurdo de US$ 2 milhões
 » Com tratamento precoce risco de morte cai


Voltar