» Colunas » Saúde

29/05/2009
Triglicérides e neuropatia

Noticias

Estudo
22/5/2009 - Portal Diabetes

Pesquisadores norte americanos demonstraram que a medida do nível de triglicérides, numa simples análise de sangue, pode detectar o risco dos pacientes com diabetes desenvolverem uma neuropatia, uma doença da qual mais de metade destes pacientes padece.

Neste estudo, publicado na revista científica Diabetes foram analisados 427 pacientes, tendo-se observado que aqueles que apresentavam os níveis de triglicérides mais elevados tinham mais probabilidade de perder fibra nervosa e sofrer uma neuropatia, que é caracterizada por uma falha nervosa que provoca a perda de sensibilidade, queimaduras ou dores nas extremidades, ou de piorar a doença, no caso de já sofrerem dela.

A investigadora principal, a Dra. Eva L. Feldman, professora de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Michigan, referiu que estes resultados deixam preparado o caminho para que os médicos possam estar tão atentos à diminuição dos níveis dos lipídios, nos pacientes com neuropatia, como estão ao controle da glicose.

Igualmente, o tratamento agressivo pode ser muito benéfico para os pacientes, no que se refere à neuropatia, uma vez que estes podem reduzir os níveis de triglicérides com as mesmas medidas que utilizam para baixar o nível de colesterol, evitando assim as gorduras prejudiciais através da dieta alimentar e do exercício regular.

Fonte: EcoDiario

Portal diabetes

Leia outras matérias desta seção
 » Nova droga pode reverter Demência
 » Doença grave x Espiritualidade
 » Insônia
 » Stents-bypass ou medicamentos ?
 » Própolis verde
 » Exames de sangue para que servem
 » Exame de Urina tipo 1
 » Estatinas aumentam risco de osteoporose
 » Diabetes tipo 2 - protocolo oficial da SBD - 2019
 » Cocô ! Tratado Geral
 » Dieta Cetogênica
 » Manteiga Ghee como fazer
 » Coração x Café
 » Câncer x Café
 » Terapia anti-câncer CAR-T - USP
 » Própolis - USP-ESALQ
 » Cera de ouvido detecta câncer
 » HPN Hidrocefalia de pressão normal
 » Sal do Himalaia não é o que dizem
 » Insuficiência cardíaca: novo medicamento


Voltar