» Colunas » Saúde

31/08/2009
Diabetes: Gripe suina



É com grande satisfação que recebemos cada usuário deste site, desde portadores de Diabetes até profissionais ligados à área de saúde, mas lembramos que as informações aquí contidas não são indicação de tratamento, pois somente seu médico tem competência para indicar uso de medicamentos ou procedimentos
Noticias

Saiba mais a respeito.
11/8/2009 - ADJ

Não há mais dúvidas: as pessoas com diabetes encontram-se entre os grupos de risco da nova gripe, popularmente chamada de gripe suína. Em recente comunicado à população, o Ministério da Saúde esclareceu que as outras categorias de pacientes que podem apresentar mais dificuldades para controlar a doença causada pelo vírus H1N1- evoluindo para um quadro mais grave - são os idosos, crianças menores de dois anos, gestantes, indivíduos com doença cardíaca, pulmonar ou renal crônica, deficiência imunológica e obesos mórbidos.

O mesmo vale para a gripe comum. Isso porque, todos os anos, milhares de pessoas falecem devido a complicações do vírus sazonal. Somente na cidade de São Paulo, em 2008, mais de 6.300 pessoas morreram com quadros graves da influenza comum. Portanto, mesmo a gripe costumeira pode ser uma doença fatal.

"Embora indivíduos sadios também possam apresentar uma evolução mais agressiva, algumas pessoas são mais suscetíveis a infecções e apresentam uma evolução complicada com maior frequência, como os pacientes com diabetes e quem tem mais de 65 anos. Por isso, é recomendado que as pessoas classificadas nos grupos de risco recebam a vacina anualmente" - esclarece o endocrinologista Antonio Marcondes Lerario.

Controle Glicêmico Mais Difícil
No caso específico do diabetes, a dificuldade encontra-se no controle das taxas de glicemia. Por isso, existe o risco de descompensação, sobretudo entre aqueles que já não apresentam um controle adequado.

"Existe uma tendência a um controle glicêmico mais dificultoso, devido ao próprio quadro infeccioso, que leva a alterações hormonais, as quais tendem a provocar uma elevação da glicemia. Outro aspecto é que a doença pode impedir que a pessoa se alimente adequadamente e se exercite, o que também pode acabar afetando as taxas da glicose. Sem esquecer dos pacientes que apresentam complicações crônicas, como a insuficiência renal e as cardiopatias", explica o Dr. Marcondes Lerario.

Cuidados Extras em Caso de Gripe
Por apresentar uma chance maior de evoluir para uma infecção mais complicada, quem tem diabetes deve tomar alguns cuidados extras em casos de gripes.

"A orientação mais importante consiste em tomar as medicações para o diabetes normalmente, sejam orais, seja insulina. Suspender o uso pode provocar descompensações" - alerta o Dr. Marcondes Lerario.

Se possível, o paciente deve observar os níveis da glicemia atentamente (através da glicemia capilar). Outro cuidado importante refere-se à alimentação: recomenda-se uma dieta o mais próximo possível do normal, em termos de calorias e carboidratos, e um aumento do consumo de líquidos.

Ajuda Médica
Deve-se procurar um médico imediatamente caso sejam observados os seguintes sintomas:
• Mal estar que impede a alimentação normal
• Diarréia severa
• Perda de peso maior que 2,5 quilos
• Febre superior a 38,3 graus
• Hipoglicemias ou glicemias persistentemente superiores a 300 mg/dL
•Presença de cetonúria
•Falta de ar
•Sonolência ou confusão mental.

Para evitar a contaminação com vírus das gripes, vale lembrar as medidas básicas de higiene, tais como: lavar bem as mãos, frequentemente, com água e sabão; evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies e locais públicos; não compartilhar objetos de uso pessoal; e cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir e ao espirrar.
Autor: Cintia Salomão Castro
Fonte: ADJ - www.adj.org.br

portaldiabetes

Leia outras matérias desta seção
 » Ponte de Safena e stents não são melhores que medicamentos
 » Nova droga pode reverter Demência
 » Doença grave x Espiritualidade
 » Insônia
 » Stents-bypass ou medicamentos ?
 » Própolis verde
 » Exames de sangue para que servem
 » Exame de Urina tipo 1
 » Estatinas aumentam risco de osteoporose
 » Diabetes tipo 2 - protocolo oficial da SBD - 2019
 » Cocô ! Tratado Geral
 » Dieta Cetogênica
 » Manteiga Ghee como fazer
 » Coração x Café
 » Câncer x Café
 » Terapia anti-câncer CAR-T - USP
 » Própolis - USP-ESALQ
 » Cera de ouvido detecta câncer
 » HPN Hidrocefalia de pressão normal
 » Sal do Himalaia não é o que dizem


Voltar