» Colunas » Saúde

13/10/2009
Diabetes e pressão alta

Noticias

Diabetes e Pressão Alta
11/10/2009 - Portal do Coração

1- Hipertensão arterial e diabete melito frequentemente se associam , pois existem mecanismos comuns no aparecimento dessas doenças. A associação de hipertensão arterial e diabete melito , em pacientes com obesidade central ( localizada acima da cintura ) , caracterizam uma doença , chamada de síndrome metabólica.

2- No paciente diabético do tipo 1 ( dependente de insulina ) , o aparecimento da hipertensão arterial geralmente associa-se a presença de disfunção renal ( nefropatia diabética ). A pressão arterial costuma se elevar cerca de 3 anos após o início da perda de proteínas pela urina , achado típico da nefropatia diabética.

3- No diabete melito do tipo 2 ( não-dependente de insulina ) , cerca de 40% dos pacientes são hipertensos no momento do diagnóstico da doença.

4-O tratamento da hipertensão arterial no diabético , visa prevenir a doença cardiovascular , bem como minimizar a progressão da doença renal e a retinopatia diabética.

5-O tratamento incial não-medicamentoso da hipertensão arterial no diabético , deve incluir a redução de peso , atividades físicas , prática de exercícos físicos, redução do consumo de álcool e sal , além do abandono do tabagismo.

6- Entre as medidas mencionadas acima , a perda de peso é a que produz maior impacto na redução da pressão arterial.

7- Por ser uma população de alto risco para doenças cardiovasculares , os pacientes diabéticos devem ter um controle mais rigoroso da pressão arterial ( objetiva-se valores inferiores a 130/80 mmHg ).

8- A maioria dos diabéticos ( cerca de 70% ) , necessitará de uma associação de medicamentos antihipertensivos para obter um controle adequado da pressão arterial.

9- Os diuréticos e os betabloqueadores , com o tempo , podem causar aumentos do níveis de glicemia.

10- Drogas do grupo dos inibidores da enzima de conversão da angiotensina ( exemplos: captopril , enalapril e ramipril ) ou os bloqueadores dos receptores da angiotensina II ( exemplos: losartana , valsartana ou ibesartana ) , ajudam a prevenir o aparecimento e a evolução da doença renal no diabético.

www.portaldocoracao.com.br

portaldiabetes

Leia outras matérias desta seção
 » O calor veio para ficar
 » Artrite reumatóide x hemopressina
 » Cirurgia combinada catarata mais buraco macular
 » Coronavírus o que temos hoje para combater
 » Própolis vermelha é anticancerígena
 » Catarata: proteína pode estar ligada a ela
 » Coronavírus: Vitamina D ajuda
 » Bactérias da Antartica contra o câncer
 » Corticóides contra o coronavírus
 » Zolgensma o absurdo de US$ 2 milhões
 » Com tratamento precoce risco de morte cai
 » Colchicina age contra o coronavírus
 » Tuberculose novos fármacos para o futuro
 » Coronavírus: perda repentina do olfato
 » Coma Ovo.....ou não ?
 » Guaraná contra o diabetes tipo 2
 » Nova terapia para o mal de Parkinson
 » Coronavírus são seis tipos com sintomas diferentes
 » Coronavírus: teste pelo plano de saúde
 » A pandemia e a depressão em crianças


Voltar