» Colunas » Saúde

07/05/2010
Frutas os diabéticos podem comer?

Noticias

Nutrição & Diabetes
3/5/2010 - Diabetes

Elas são gostosas, são incluídas sempre em qualquer dieta alimentar, mas não se pode abusar delas. Estamos falando das frutas que, num país tropical como o nosso, são abundantes, variadas e saborosas. Mas comer frutas em excesso pode fazer mal para o diabético? Elas provocam ganho de peso? Quem responde é a nutricionista Paula Cristina Augusto da Costa, do Centro de Diabetes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Paula Cristina Augusto da Costa – “Tudo depende da quantidade que se come. Comer muita fruta significa comer muitas calorias, elevar o peso e, por causa da alta quantidade de carboidratos que a maioria das frutas tem, aumentar a glicemia. O ideal é comer uma fruta apenas de cada vez, preferindo as de tamanho menor.

Pode-se comer uma fruta em cada refeição, considerando-se cinco refeições por dia: café da manhã, almoço e jantar e dois lanches intermediários. Os efeitos da ingestão da fruta são os mesmos se ela for um lanche ou uma sobremesa.

Algumas frutas são mais calóricas e, portanto, devem ser comidas com determinados cuidados. Estão nesse grupo o abacate – um pequeno tem 650 calorias – e a laranja, que tem 140 calorias. Quando se come uma fruta muito calórica, é aconselhável diminuir as calorias dos demais itens da refeição ou, então, equilibrar na refeição seguinte com uma fruta do grupo menos calórico. Por exemplo, pode-se optar por uma maçã pequena ou um kiwi, ambos com 50 calorias, ou por um maracujá médio, que tem 45 calorias. Uma fatia pequena de mamão oferece 36 calorias e uma manga espada, 40 calorias.

Quem gostar muito de frutas e quiser, esporadicamente, substituir uma refeição por frutas pode fazê-lo. Mas é preciso ter consciência de que isso só deve acontecer raramente. Além de correr o risco de aumentar a ingestão calórica e de carboidratos, a pessoa estará ingerindo basicamente vitaminas, fibras e sais minerais e estará deixando de se alimentar com itens que ofereçam proteínas e gorduras, também importantes para o equilíbrio e saúde.”



Envie para um amigo


Leia outras matérias desta seção
 » Câncer de próstata: Olaparibe
 » Cigarro light é mais perigoso
 » Chocolate amargo faz bem ao coração
 » Enxaqueca além da dor de cabeça
 » AVC - Acidente vascular cerebral
 » Você cheira mal ?
 » Tipo sanguìneo e o risco de infarto
 » Maconha: a diferença entre o remédio e o veneno
 » Vermes invasores de cérebros
 » Plantas medicinais


Voltar