» Colunas » Saúde

12/07/2011
Aspirina pode impedir recorrência de doença cardíaca em diabéticos.

Pacientes que tomam até 325 miligramas de ácido acetilsalicílico por dia apresentam risco de morte 23% menor

Pesquisadores da Universidade de Alberta, no Canadá, revelaram que tomar aspirina como medida preventiva pode impedir a recorrência de doença cardiovascular em pacientes com diabetes. Os resultados mostram que pacientes que tomam altas doses de aspirina (ácido acetilsalicílico) têm um risco de recorrência de ataque cardíaco reduzido.

"Nós analisamos dados de 21 estudos e focamos especificamente em pacientes diabéticos que tinham sofrido um ataque cardíaco ou AVC para medir a capacidade do medicamento para evitar uma recorrência. Descobrimos que, se os pacientes tomaram até 325 miligramas de ácido acetilsalicílico por dia eles tinham um risco 23% menor de morte", relatou o pesquisador Scot Simpson.

As pessoas com diabetes têm um risco aumentado de doença cardiovascular, e há evidências de que 60% das mortes em diabéticos são atribuíveis a doença cardíaca. Simpson sempre suspeitou que doses de ácido acetilsalicílico podem desempenhar um papel no tratamento de doenças cardiovasculares em diabéticos e que, como o medicamento não precisa de receita, os farmacêuticos podem ter um papel ativo na administração.

"O melhor papel dos farmacêuticos para a gestão de doenças crônicas é trabalhar de forma proativa com médicos e pacientes. Isso significa atuar diretamente com o médico e consultar sobre medicamentos prescritos, ou influenciar a decisão dos pacientes de tomarem ou não a medicação", concluiu Simpson.


Portal Diabetes

Leia outras matérias desta seção
 » Coronavírus: Aspirina pode ser benéfica
 » Coronavírus: Macrófago é um dos vilões
 » Coronavírus:Pode permanecer mais de 14 dias no organismo
 » Coronavírus:Pacientes resistentes podem ajudar
 » Leucemia linfoide aguda (LLA),
 » Coronavírus:Antiviral é aprovado
 » Coronavírus:catástrofe iminente
 » Coronavírus:vem aí o spray nasal
 » Coronavírus:Quem está com ele pode se vacinar?
 » Coronavírus:Variante P1 está se alastrando rapidamente
 » Paralisia facial reversão com laser
 » Vitamina D:suplemento não tem melhoras
 » Quando as vitaminas se tornam tóxicas
 » Coronavírus-remédio para câncer é esperança
 » Coronavírus:Atividade física não evita agravamento
 » Coronavírus: quanto tempo leva a resposta imunológica da vacina?
 » Vacinação: Perguntas e Respostas
 » Coronavírus :em nossas UTIs as mortes são altas
 » Melatonina uma muralha contra o covid19 no pulmão
 » Coronavírus: A nova variante mais contagiante


Voltar