» Colunas » Saúde

25/09/2012
Posição correta ao dormir evita problemas na coluna .

A maioria das pessoas acredita que a forma correta para dormir é aquela que se sinta mais confortável, mas, segundo especialistas não é bem assim, já que dependendo da posição adotada ao dormir, é possível gerar um problema futuro, como cansaço, dores musculares e desvio de coluna. E, para aprofundar o assunto, o fisioterapeuta, Dr. Rodrigo Peres, explica quais são as melhores posições para dormir.

"A posição mais adequada para dormir é de lado, pois a coluna fica mais protegida e a respiração flui melhor, manter o pescoço alinhado com o resto da coluna é fundamental para evitar problemas com a coluna" - explica.

O especialista também aconselha o uso de um travesseiro no meio das pernas ou uma almofada fina, que ajuda a evitar o contato entre os joelhos, além de diminuir a torção da bacia, ajudando a relaxar a musculatura lateral da coxa. A posição dorsal também proporciona uma boa saúde para a coluna, já que o corpo fica reto, e permite o repouso dos músculos, sendo assim, eles não precisam trabalhar durante a noite para encontrar uma posição confortável e manter a postura correta.

Para aqueles quem dormem de bruços fiquem alertas, esta é a pior posição para se dormir, a que mais agrava as dores nas costas e no pescoço. "Está posição obriga a pessoa a fazer uma rotação no pescoço que afeta a coluna cervical, prejudicando automaticamente a região lombar", resume Peres. Dormir de costas com os braços abaixo da cabeça ou atrás do pescoço também pode ser um problema, o que afeta a curva natural das costas e resulta em dores que podem ser tornar crônicas.

Além das posições, para manter a posição adequada, é importante fazer uma boa escolha com o travesseiro e o colchão. "Ambos são objetos que podem influenciar muito na saúde da coluna, a densidade do colchão deve ser de acordo com o peso da pessoa, e o colchão deve ser firme, já que se ele for muito mole, deixará a coluna torta. Os travesseiros devem estar de acordo à distância do pescoço e a parte interna do braço, que alinha a coluna cervical com o tronco, e assim evita dores no pescoço e desconforto na hora de dormir." explicado o doutor.

Um colchão pode ser usado por um período de cinco a dez anos e há vários tipos a venda no mercado. Os de espuma são os mais comuns e devem ser trocados a cada cinco anos. O colchão de molas é outra opção, que podem ser entrelaçadas ou ensacadas, o tipo mais moderno de colchão é o de viscoelástico, que se molda ao corpo e dá uma boa sustentação para a coluna. Já os travesseiros, não podem ter muito enchimento, já que assim não deixam a cabeça descansar em uma posição neutra. Encontre a posição confortável, mantenha a postura correta e evite problemas futuros com o seu corpo.

Veja mais sobre o assunto em nossas colunas de:
Ortopedia com Dr. Roberto Ranzini

Serviço:
www.centraldafisioterapia.com.br


Sentir Bem

Leia outras matérias desta seção
 » Melatonina uma muralha contra o covid19 no pulmão
 » Coronavírus: A nova variante mais contagiante
 » Coronavírus: Cientistas da USP fazem um panorama da situação
 » Alimentos que reduzem o colesterol e o triglicérides
 » Droga experimental pode reverter problemas na memória
 » Teste do covid19 pela saliva
 » Coronavírus: inflamassomas
 » O calor veio para ficar
 » Artrite reumatóide x hemopressina
 » Cirurgia combinada catarata mais buraco macular
 » Coronavírus o que temos hoje para combater
 » Própolis vermelha é anticancerígena
 » Catarata: proteína pode estar ligada a ela
 » Coronavírus: Vitamina D ajuda
 » Bactérias da Antartica contra o câncer
 » Corticóides contra o coronavírus
 » Zolgensma o absurdo de US$ 2 milhões
 » Com tratamento precoce risco de morte cai
 » Colchicina age contra o coronavírus
 » Tuberculose novos fármacos para o futuro


Voltar