» Colunas » Saúde

Contagem de carboidratos: mais uma estratégia

A palavra dieta significa “o conjunto de alimentos habituais que se ingere visando preencher as necessidades mínimas específicas para um indivíduo manter seu corpo”. Ela é importante para todas as pessoas.

Durante anos, e lamentavelmente, essa expressão foi utilizada com significado particularmente distorcido e aplicada apenas para diabéticos e pacientes de outros males, associada a um sentido negativo. No caso do diabetes, uma dieta padrão e monótona era organizada e sua maior restrição era em relação ao açúcar, acreditando-se que ele aumenta mais a glicemia do que qualquer outro carboidrato.

Com o passar dos anos, muitas outras estratégias foram criadas, deixando os planos alimentares mais flexíveis e enriquecendo em muito a variedade de alimentos.A Contagem de Carboidratos nada mais é do que uma estratégia para o controle da glicemia, pela qual se calculam os gramas de carboidratos que ingerimos nas refeições ou lanches, enfatizando a relação entre alimento, atividade física, nível de glicemia e medicação.

Esta ênfase nos gramas de carboidratos deve-se a que eles tendem a ter um efeito maior na glicemia. A idéia é que 100% do carboidrato, independente se proveniente de frutas, pães, doces ou leite é convertido em glicose; então, ingerir uma quantidade estabelecida de carboidrato em cada refeição irá manter o nível de glicemia mais consistente, sem grandes variações.A contagem de carboidratos pode ser realizada por qualquer diabético e não apenas aqueles que se utilizam da insulina.

Muitas vezes, portadores de diabetes pensam que devem evitar todas as formas de açúcar e assim podem devorar outras formas de carboidratos como frutas, leite, bolachas. Diabéticos podem ingerir açúcar desde que a quantidade total de carboidrato seja a mesma. No entanto, embora o açúcar não eleve a glicemia mais do que outros carboidratos deve ser ingerido com outros alimentos saudáveis.

Exemplificando: você e seu nutricionista estabeleceram que seu café da manhã conterá 45 gramas de carboidrato (um pão francês com margarina e um copo de leite). Um dia você está na casa de um amigo e decide “gastar” seus 45 gramas de carboidratos com um copo de 200 ml de iogurte com açúcar, sem alterar sua glicemia. Em um outro nível de contagem, reservado àqueles em terapia intensiva (várias doses de insulina ao longo do dia / bomba de infusão), também é possível calcular quantos gramas de carboidrato você quer comer e o quanto de insulina deverá ser aplicada para atender a esta quantidade de carboidrato.

Bem, agora que você já tem uma idéia do que é a Contagem, o próximo passo é trabalhar com um nutricionista para que ele calcule as suas necessidades diárias de nutrientes, levando em consideração seus estilo de vida, preferências, objetivos de tratamento. Juntos vocês estabelecerão a quantidade permitida de carboidrato em cada refeição, tendo sempre como grande objetivo uma alimentação saudável.


Jornal dia a dia

Leia outras matérias desta seção
 » Coronavírus o que temos hoje para combater
 » Própolis vermelha é anticancerígena
 » Catarata: proteína pode estar ligada a ela
 » Coronavírus: Vitamina D ajuda
 » Bactérias da Antartica contra o câncer
 » Corticóides contra o coronavírus
 » Zolgensma o absurdo de US$ 2 milhões
 » Com tratamento precoce risco de morte cai
 » Colchicina age contra o coronavírus
 » Tuberculose novos fármacos para o futuro
 » Coronavírus: perda repentina do olfato
 » Coma Ovo.....ou não ?
 » Guaraná contra o diabetes tipo 2
 » Nova terapia para o mal de Parkinson
 » Coronavírus são seis tipos com sintomas diferentes
 » Coronavírus: teste pelo plano de saúde
 » A pandemia e a depressão em crianças
 » Coronavírus x tipo sanguineo
 » Pomada para feridas diabéticas
 » Coronavírus:Omega 3 x Covid19


Voltar