» Colunas » Saúde

07/08/2009
Diabetes: mais um medicamento novo aprovado


Novidade !
1/8/2009 - G1

Washington, 31 jul (EFE).- A agência reguladora de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) aprovou hoje o remédio Onglyza para acompanhar a dieta e os exercícios destinados a controlar os níveis de açúcar no sangue em pacientes com diabetes tipo 2.

Um comunicado do organismo oficial afirmou que a Onglyza (saxagilptin) é um tipo de inibidor identificado como DPP4, que estimula a produção de insulina no pâncreas após a refeição.

As pessoas que sofrem diabetes tipo 2 têm resistência à insulina ou não produzem a substância endócrina para manter níveis normais de açúcar no sangue.

Calcula-se que só nos Estados Unidos cerca de 24 milhões de pessoas sofram de diabetes tipo 2.

Mary Parks, diretora da Divisão de Produtos de Metabolismo e Endocrinologia da FDA, afirmou que os altos níveis de açúcar podem provocar problemas de visão, produção excessiva de urina e, nos casos mais graves, transtornos renais e oculares.

O comunicado da FDA disse que os efeitos colaterais do remédio são infecções do aparelho respiratório superior, no trato urinário, dores de cabeça e reações alérgicas. EFE

portaldiabetes

Leia outras matérias desta seção
 » Leishmaniose tem mecanismo desvendado
 » Nova abordagem para metástese
 » Quais as diferenças entre as vacinas
 » Coronavírus: A variante Indiana
 » Cárie infantil RX não é indicado
 » Vacinas quando tomar a 2ª dose
 » Vacinas: quanto tempo dura a proteção?
 » CoronaVac para além dos anticorpos
 » Vacinar 15% da população é
 » Coronavírus só a idade não é fator determinante
 » Coronavírus: não existe mais grupos de risco
 » Vitaminas em excesso são prejudiciais
 » Coronavírus x Gripe espanhola a história se repete
 » Coronavírus: Aspirina pode ser benéfica
 » Coronavírus: Macrófago é um dos vilões
 » Coronavírus:Pode permanecer mais de 14 dias no organismo
 » Coronavírus:Pacientes resistentes podem ajudar
 » Leucemia linfoide aguda (LLA),
 » Coronavírus:Antiviral é aprovado
 » Coronavírus:catástrofe iminente


Voltar