» Colunas » Saúde

20/01/2011
Tratamento cirúrgico do diabetes


Noticias

Informe-se melhor !
________________________________________
11/1/2011 - Quero Viver Bem

Segundo o endocrinologista Fabiano Lago, este assunto ainda é motivo de grande controvérsia entre os pesquisadores.O parecer da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) sobre o assunto é o seguinte:

- A possibilidade de tratamento cirúrgico do diabetes tipo 2 tem gerado grande expectativa entre os pacientes acometidos pela doença.A compreensão dos mecanismos envolvidos na doença e seu tratamento, está em rápida evolução, mas a recomendação de qualquer modalidade de tratamento deve estar baseada em evidências científicas concretas, derivadas de estudos de boa qualidade.

- Em dezembro de 2008, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (CREMERJ) realizou um fórum sobre este tema, com a participação da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

- De acordo com as evidências científicas disponíveis, considera-se aceita a indicação de cirurgia para o tratamento de portadores de diabetes do tipo 2 com IMC (índice de massa corporal, ou seja, peso dividido pela a altura ao quadrado) superior a 35 kg/m2.

- Abaixo deste nível de IMC, entretanto, são ainda necessários mais estudos clínicos com metodologia adequada à avaliação do impacto destes tratamentos cirúrgicos sobre a evolução da doença e a qualidade de vida dos pacientes tratados. Estes procedimentos cirúrgicos, no estágio atual de conhecimento, devem seguir todos os trâmites das boas práticas de pesquisa clínica, como a assinatura pelos pacientes de um termo de consentimento livre e esclarecido e a aprovação por Comitês de Ética em Pesquisa.

- Não há ainda definição sobre o melhor momento de indicação do tratamento operatório, nem sobre a melhor técnica a ser escolhida, nem sobre os melhores parâmetros a serem considerados como indicadores de boa resposta terapêutica.Somente após os resultados destes estudos e a comprovação da sua reprodutibilidade, tais procedimentos poderão ser recomendados como opção terapêutica válida para o manejo do diabetes tipo 2.

Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.
Quero Viver Bem - http://www.queroviverbem.com.br



Leia outras matérias desta seção
 » Carambola uma fruta neurotóxica
 » Cardíacos e Idosos muita cautela em tomar Aspirina
 » Doenças transmitidas por animais
 » Canabidiol (maconha) ajuda na dor crônica
 » Idosos alguns cuidados para se manter vivo
 » Alisar cabelo - os perigos
 » O idoso e a demência
 » Coronavac 3ª dose porque tomar
 » Covid19 - Atualização
 » Coronavac x doenças autoimunes
 » Imunização contra covid está comprometida
 » O vírus de Marburg - mais um perigoso
 » Leishmaniose tem mecanismo desvendado
 » Nova abordagem para metástese
 » Quais as diferenças entre as vacinas
 » Coronavírus: A variante Indiana
 » Cárie infantil RX não é indicado
 » Vacinas quando tomar a 2ª dose
 » Vacinas: quanto tempo dura a proteção?
 » CoronaVac para além dos anticorpos


Voltar