» Colunas » Saúde

02/02/2011
Proteína indica se câncer vai se propagar


Proteína indica se câncer vai se propagar no corpo, diz estudo

Um grupo de cientistas descobriu que altos níveis de uma proteína nas células cancerígenas são um indicador "confiável" de que o câncer vai se propagar pelo organismo humano, segundo estudo publicado no periódico "Journal of Clinical Investigation".

Os pesquisadores, pertencentes aos Institutos Nacionais da Saúde dos EUA e à Universidade de Hong Kong, analisaram o material genético da proteína CPE-Delta N dos tumores extirpados cirurgicamente dos pacientes e do material genético de tecidos circundantes.

Após medir os níveis desta proteína nas células cancerígenas, os pesquisadores conseguiram prever em 90% dos casos se o câncer se estenderia pelo prazo de dois anos.

A proteína CPE-Delta N é uma variante da proteína Carboxipeptidase E, que está normalmente envolvida no processamento de hormônios como a insulina.

Essa descoberta abre a possibilidade, a longo prazo, de realizar novos testes para avaliar a probabilidade de um câncer se estender, assim como de elaborar um tratamento de prevenção.

A médica E. Peng Loh, da seção de neurobiologia celular do Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano dos EUA, ressaltou que "é muito importante saber quando um câncer tem o potencial de se propagar" para tratá-lo.

"Atualmente, não há biomarcadores precisos que possam fornecer esta classe de prognósticos. A previsão se determina de acordo com a etapa em que se encontra o câncer", assinalou.




Leia outras matérias desta seção
 » Câncer de sangue - nova terapia
 » Câncer retal curado
 » Sequelas de quem teve Covid-19
 » Zeaxantina protege os olhos
 » Emagrecedores proibidos pela Anvisa
 » Doença Falciforme a cura
 » Losartana:remédios são recolhidos
 » AVC ou derrame o que é ?
 » Câncer no testículo
 » Fungos podem transmitir doenças graves
 » Covid19 vírus desafia nossa imunidade
 » Covid19 e o Dímero-D
 » Assombroso não é ter câncer, mas sim não ter
 » Os chás que são venenos ou não ?
 » Vacinas com vírus desativados protegem mais
 » Aterosclerose e seus fatores de risco
 » Vacina em crianças
 » Câncer de tireoide em mulheres, superdiagnosticadas?
 » Leuclopasia oral
 » Melatonina


Voltar