» Colunas » Saúde

15/11/2011
Trayenta, novo medicamento para diabéticos

Noticias

Ótima noticia para os diabéticos tipo 2
10/11/2011 - Fonte: Portal Diabetes  

Depois da aprovação pelo FDA (Food and Drug Administration) nos EUA e pela European Medicines Agency na Europa, o medicamento Trayenta, indicado para o tratamento do Diabetes tipo 2 foi autorizado no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A notícia foi anunciada no último Congresso Brasileiro de Diabetes, realizado no final de outubro. O principal diferencial deste medicamento, cujo princípio ativo é a linagliptina, é que ele não precisa de ajuste de dosagem para pacientes com problemas renais ou insuficiência hepática. Isto porque o composto é excretado primariamente por via biliar e pelo intestino. A indicação de dosagem é de apenas um comprimido por dia.

O Trayenta, desenvolvido pelo laboratório Boehringer e comercializado em parceria com o laboratório Eli Lilly, faz parte de uma linha de medicamentos para diabetes considerada inovadora. O princípio ativo se liga à enzima DPP-4, inibindo a sua ação. Esta enzima, nos diabéticos tipo 2, é a grande responsável pela degradação do hormônio GLP-1, o qual é produzido pela porção final do intestino delgado, e este hormônio é o responsável por levar a informação ao pâncreas para que este produza a insulina. Inibindo a ação da enzima DPP-4, não ocorre a degradação, desta forma, melhorando a resposta do pâncreas ao estímulo do hormônio GLP-1.

Este novo medicamento é uma feliz notícia aos Diabéticos do Tipo 2, que chegam a 95% do total de diabéticos no mundo.
 



Leia outras matérias desta seção
 » Câncer de sangue - nova terapia
 » Câncer retal curado
 » Sequelas de quem teve Covid-19
 » Zeaxantina protege os olhos
 » Emagrecedores proibidos pela Anvisa
 » Doença Falciforme a cura
 » Losartana:remédios são recolhidos
 » AVC ou derrame o que é ?
 » Câncer no testículo
 » Fungos podem transmitir doenças graves
 » Covid19 vírus desafia nossa imunidade
 » Covid19 e o Dímero-D
 » Assombroso não é ter câncer, mas sim não ter
 » Os chás que são venenos ou não ?
 » Vacinas com vírus desativados protegem mais
 » Aterosclerose e seus fatores de risco
 » Vacina em crianças
 » Câncer de tireoide em mulheres, superdiagnosticadas?
 » Leuclopasia oral
 » Melatonina


Voltar