» Colunas » Saúde

24/01/2012
Remédios para pressão alta e diabetes ficarão mais baratos até maio.

A Receita Federal deve incluir ao menos 346 medicamentos na lista dos remédios que não têm cobrança de PIS e de Cofins.

A medida poderá deixar os medicamentos 11% mais baratos para o consumidor. A expectativa é que a lista saia até maio.

Segundo Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo), a lista terá remédios para tratamentos contínuos ou muito procurados pelos consumidores.

Entre eles estão remédios para o tratamento de câncer, hipertensão, diabetes, osteoporose, além de antibióticos, antialérgicos, contraceptivos, anti-hemorrágicos, redutores de colesterol, calmantes e vacinas.

 


Meio Norte .

Leia outras matérias desta seção
 » Câncer de sangue - nova terapia
 » Câncer retal curado
 » Sequelas de quem teve Covid-19
 » Zeaxantina protege os olhos
 » Emagrecedores proibidos pela Anvisa
 » Doença Falciforme a cura
 » Losartana:remédios são recolhidos
 » AVC ou derrame o que é ?
 » Câncer no testículo
 » Fungos podem transmitir doenças graves
 » Covid19 vírus desafia nossa imunidade
 » Covid19 e o Dímero-D
 » Assombroso não é ter câncer, mas sim não ter
 » Os chás que são venenos ou não ?
 » Vacinas com vírus desativados protegem mais
 » Aterosclerose e seus fatores de risco
 » Vacina em crianças
 » Câncer de tireoide em mulheres, superdiagnosticadas?
 » Leuclopasia oral
 » Melatonina


Voltar