» Colunas » Saúde

10/05/2012
Tatuagem que monitora diabetes !!

A maioria das pessoas tem um familiar que sofre de diabetes, afinal, ela é uma doença muito comum nos dias de hoje. Não é nada legal sofrer dessa doença, mas monitorá-la agora pode ser algo mais estiloso pelo menos.

A tatuagem é feita com uma tinta especial com nanopartículas que podem controlar os níveis de glicose sem a necessidade de ficar utilizando agulhas todos os dias. Uma vez aplicada na pele essa tinta mudará de cor, ficando mais clara se os níveis estiverem mais altos e mais escura se estiverem mais baixos.

A tinta de nanopartículas é extremamente sensível a mudanças nos níveis de glicose, mas a mudança de cor só é vista quando exposta a uma fonte de luz infravermelha. Nada que andar com uma mini lanterna que seja capaz de gerar essa fonte de luz não resolva.

Depois de feita, a tatuagem precisa ser retocada a cada seis meses, para manter a eficácia do monitoramento da glicose no corpo. Ainda parece melhor que usar agulhas todos os dias, além de você ter uma boa desculpa para tatuar um dragão soltando uma baforada de fogo, onde o fogo seria feito com essa tinta. Maneira bem descolada de cuidar da saúde, não?

Via: Coolest Gadgets

Fonte: http://blogs.pop.com.br/tecnologia/tatuagem-que-monitora-diabetes/


Blogs pop

Leia outras matérias desta seção
 » Cardíacos e Idosos muita cautela em tomar Aspirina
 » Doenças transmitidas por animais
 » Canabidiol (maconha) ajuda na dor crônica
 » Idosos alguns cuidados para se manter vivo
 » Alisar cabelo - os perigos
 » O idoso e a demência
 » Coronavac 3ª dose porque tomar
 » Covid19 - Atualização
 » Coronavac x doenças autoimunes
 » Imunização contra covid está comprometida
 » O vírus de Marburg - mais um perigoso
 » Leishmaniose tem mecanismo desvendado
 » Nova abordagem para metástese
 » Quais as diferenças entre as vacinas
 » Coronavírus: A variante Indiana
 » Cárie infantil RX não é indicado
 » Vacinas quando tomar a 2ª dose
 » Vacinas: quanto tempo dura a proteção?
 » CoronaVac para além dos anticorpos
 » Vacinar 15% da população é


Voltar