» Colunas » Saúde

31/01/2019
Insulina antiga é boa e segura diz Harvard Medical School

Novo estudo da Faculdade de Medicina de Harvard que pode mudar a forma como os diabéticos são tratados.

Anos a fio, mesmo com o grande aumento dos preços da insulina, os médicos continuaram prescrevendo algumas das versões novas e mais caras. o estudo contesta esse procedimento, se os medicamentos como Lantus, da Sanofi, Levemir e Novolog, da Novo Nordisk, e Humalog, da Eli Lilly, são necessários para muitos pacientes.

Os resultados, publicados no Journal of the American Medical Association, sugerem que é seguro tirar a maioria dos pacientes com diabetes tipo 2 dos medicamentos mais novos e caros, especialmente se o custo for um problema.

Isso significa que transferir muitos ou a maioria dos pacientes com diabetes tipo 2 da insulina análoga para a insulina humana é provavelmente seguro e eficaz e, além disso, pode ser muito econômico, disse Jing Luo, o pesquisador da Faculdade de Medicina de Harvard que é o principal autor do estudo.

A troca de insulina foi realizada pela CareMore Health, um braço de distribuição de assistência médica liderado por médicos da Anthem que trata pacientes em planos privados do Medicare e do Medicaid em diversos estados dos EUA.

Economia

Os gastos mensais com insulina no sistema de saúde despencaram de US$ 3,4 milhões no final de 2014 para US$ 1,4 milhão no final de 2016, de acordo com os resultados publicados no Journal of the American Medical Association. Embora os níveis de açúcar no sangue tenham aumentado ligeiramente, em média, esta pequena diferença pode não ser clinicamente importante, concluiu o estudo.

 

 


Harvard Medical School

Leia outras matérias desta seção
 » Carambola uma fruta neurotóxica
 » Cardíacos e Idosos muita cautela em tomar Aspirina
 » Doenças transmitidas por animais
 » Canabidiol (maconha) ajuda na dor crônica
 » Idosos alguns cuidados para se manter vivo
 » Alisar cabelo - os perigos
 » O idoso e a demência
 » Coronavac 3ª dose porque tomar
 » Covid19 - Atualização
 » Coronavac x doenças autoimunes
 » Imunização contra covid está comprometida
 » O vírus de Marburg - mais um perigoso
 » Leishmaniose tem mecanismo desvendado
 » Nova abordagem para metástese
 » Quais as diferenças entre as vacinas
 » Coronavírus: A variante Indiana
 » Cárie infantil RX não é indicado
 » Vacinas quando tomar a 2ª dose
 » Vacinas: quanto tempo dura a proteção?
 » CoronaVac para além dos anticorpos


Voltar