» Colunas » Saúde

09/11/2019
Estatinas aumentam risco de osteoporose

Estatinas aumentam risco de osteoporose, revela estudo. Os resultados surpreendem já que pesquisas anteriores haviam mostrado que o uso de alguns remédios da classe reduziam o colesterol.

As estatinas, medicamentos usados no controle do colesterol, podem aumentar em até quatro vezes o risco de desenvolver osteoporose, doença que provoca enfraquecimento dos ossos, segundo estudo publicado na revista Annals of Rheumatic Diseases. Para os pesquisadores, isso acontece porque a medicação pode interferir na produção de hormônios sexuais, como estrógeno e progesterona, que são conhecidos por promover proteção óssea.

Os resultados surpreendem já que pesquisas anteriores haviam mostrado que o uso de sinvastatina, rosuvastatina e atorvastatina, por exemplo, ajudam a reduzir o risco de osteoporose. A explicação dos cientistas para a contradição está na dosagem. Segundo eles, doses menores de estatinas de fato podem promover proteção para os ossos, doses mais altas, no entanto, têm o efeito oposto. 

O estudo

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores da Universidade de Viena, na Áustria, analisaram dados de 7.945.775 pessoas com menos de 90 anos entre janeiro de 2006 a dezembro de 2007. A equipe verificou que  353.502 participantes tomavam algum tipo de estatina – examinando a dosagem de cada um. Ao final do estudo, a equipe observou 11.701 casos de osteoporose. No grupo de controle, com 7.543.947 participantes, o número de casos da doença foi de 68.699. 

A análise dos dados mostrou que pacientes que tomam remédio para controle do colesterol em doses mais altas estão mais propensos a desenvolver osteoporose.

 


Rheumatic Diseases

Leia outras matérias desta seção
 » Nova abordagem para metástese
 » Quais as diferenças entre as vacinas
 » Coronavírus: A variante Indiana
 » Cárie infantil RX não é indicado
 » Vacinas quando tomar a 2ª dose
 » Vacinas: quanto tempo dura a proteção?
 » CoronaVac para além dos anticorpos
 » Vacinar 15% da população é
 » Coronavírus só a idade não é fator determinante
 » Coronavírus: não existe mais grupos de risco
 » Vitaminas em excesso são prejudiciais
 » Coronavírus x Gripe espanhola a história se repete
 » Coronavírus: Aspirina pode ser benéfica
 » Coronavírus: Macrófago é um dos vilões
 » Coronavírus:Pode permanecer mais de 14 dias no organismo
 » Coronavírus:Pacientes resistentes podem ajudar
 » Leucemia linfoide aguda (LLA),
 » Coronavírus:Antiviral é aprovado
 » Coronavírus:catástrofe iminente
 » Coronavírus:vem aí o spray nasal


Voltar