» Colunas » Saúde

04/02/2022
Os chás que são venenos ou não ?

Leia a matéria completa e chegue a sua própria conclusão

Gastroenterologista do Hospital das Clínicas de São Paulo afirmou em uma rede social que paciente teve hepatite fulminante após uso de chá de 50 ervas, entre elas chá verde, carqueja e mata verde. Ela não tinha nenhum problema prévio de saúde e agora aguarda doador para fazer o transplante de fígado.

Uma médica gastroenterologista do Hospital das Clínicas de São Paulo usou uma rede social para alertar para os riscos de tomar chás emagrecedores após uma paciente ser internada na unidade de saúde para transplante de fígado.

Liliana Ducatti Lopes é médica cirurgiã do aparelho digestivo e realiza transplantes de fígado e outros órgãos. Segundo ela, a paciente teve hepatite fulminante após tomar um chá emagrecedor de 50 ervas, incluindo chá verde, carqueja e mata verde, e agora aguarda por um doador para fazer o transplante de fígado.

No vídeo publicado no Instagram, Liliana afirmou que na literatura médica há casos semelhantes ao da paciente do HC, que não tinha nenhum problema de saúde prévio, desenvolveu uma falência aguda do fígado gravíssima e precisa "transplantar urgente" 

"Se não transplantar vai a óbito em 24, 48 ou 72 horas. São casos dramáticos", afirma a médica.

De acordo com Liliana, sempre que recebe esses pacientes, a primeira coisa que faz é investigar a causa.

"Na grande maioria das vezes [a causa] é medicamentosa. Alguns medicamentos, como anabolizantes e outras medicações usadas, por exemplo Roacutan. Mas normalmente se faz uso desses medicamentos com acompanhamento médico e exame de sangue para ver como está a saúde do fígado."

No caso da paciente internada no HC, no entanto, de início não era conhecida nenhuma medicação tomada por ela. Logo depois, porém, a família levou ao consultório um frasco de chá emagrecedor com 50 ervas, de acordo com a médica.

"Quando olhamos o rótulo dessa medicação já podemos identificar diversas ervas conhecidas por serem hepatotóxicas, por fazerem mal ao fígado. Dentre elas, a mais comum e mais conhecida é o chá verde. É muito bem descrito na literatura, há vários relatos e papers que mostram casos de hepatite fulminante causada por uso de chá verde."

De acordo com a médica, além do chá verde, carqueja e mata verde também são ervas conhecidas na literatura médica por serem prejudiciais ao fígado.

"Nós recomendamos não fazer o uso desse tipo de medicação: chá que desincha, chá detox, natural, erva... Não faça uso, desaconselhe as pessoas que você conhece. Isso tudo é charlatanismo e são descritos como hepatotóxicos, fazem mal para o fígado sim e podem levar à necessidade de um transplante de fígado."

A médica salientou ainda que muitas vezes o paciente não resiste à espera de um doador de fígado.

"O pior é que muitas vezes a pessoa não consegue nem chegar ao transplante do fígado. Nós estamos com essa paciente priorizada, mas infelizmente até agora não apareceu nenhum doador. Estamos contando as horas e os minutos torcendo para que apareça um doador e ela seja transplantada e sobreviva, mas ainda não temos essa certeza."

"E tudo isso por causa de uma medicação que poderia ter sido evitada, um falso remédio para emagrecer, uma falsa ilusão de que é natural e não tem problema. Tem problema sim. Na literatura médica está muito bem descrito, é só procurar", finaliza. 

AGORA LEIA O QUE DIZ UM DOS SITES MAIS ACESSADOS SOBRE O ASSUNTO E TIRE SUA PRÓPRIA CONCLUSÃO

9 chás para secar a barriga

Novembro 2021

Baseado em evidência científica

Os chás são ótimas opções para quem quer secar a barriga, pois muitos tipos de ervas ajudam a acelerar o metabolismo e a eliminar toxinas que podem atrapalhar a perda peso. 

Muitos chás também possuem propriedades diuréticas, eliminando o excesso de água no organismo e ajudando a secar a barriga. Veja alguns alimentos diuréticos que ajudam a secar a barriga.

Apesar de alguns chás ajudarem a secar a barriga, para se perder peso de forma eficaz, deve-se evitar adoçar a bebida, pois o açúcar tem muitas calorias. Além disso, é importante manter uma dieta equilibrada, com a orientação de um nutricionista. Assim como é necessário seguir a recomendação de um profissional especializado em fitoterapia para ajudar na escolha dos melhores tipos de chás. 

1. Chá verde 

 

 

Tomar o chá verde ajuda a emagrecer porque a erva Camellia Sinensis tem propriedade diurética, favorecendo a eliminação do excesso de líquido acumulado no corpo e ajudando a secar a barriga. Além disso, o chá também é termogênico, que aumenta o gasto calórico do organismo e facilita a perda de peso. Veja mais sobre o chá verde para emagrecer.

Ingredientes:

  • 1 colher de chá de folhas de chá verde seco;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo:

Juntar o chá verde à água fervente, tampar e deixar descansar por 5 a 10 minutos. Coar e beber o chá morno. Beber o máximo de 4 xícaras por dia.

O chá verde não é indicado para crianças, para gestantes e mulheres que amamentam. Além disso, o chá verde não é recomendado para quem tem insônia, problemas nos rins ou fígado, anemia, problemas na tireoide, úlceras gástricas ou gastrite. Algumas pessoas podem se sentir mais ansiosas ou agitadas quando bebem chá verde, sendo importante, nestes casos, diminuir a quantidade de ingestão da bebida.

Pessoas com pressão alta podem beber o máximo de 3 xícaras do chá verde por dia, mas deve ser feito sob orientação de um médico, já que o chá pode alterar a ação de medicamentos para controle da pressão arterial.

2. Chá de hibisco

 

 

O hibisco é uma ótima flor para a perda de peso, pois é rica em flavonoides, que são antioxidantes que evitam o acúmulo de gordura na barriga e no quadril. Além de ser um chá diurético, que promove a eliminação do excesso de água acumulada no corpo e ajudando, assim, a secar a barriga. Entenda melhor sobre o chá de hibisco para emagrecer.

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de flor de hibisco seco;
  • 1 xícara de chá de água em início de fervura.

Modo de preparo:

Ferver a água, acrescentar as flores de hibisco e desligar o fogo imediatamente. Tampar o recipiente e deixar amornar por 5 a 10 minutos. Coar e beber. Deve-se tomar 2 xícaras deste chá diariamente, antes ou após as principais refeições. 

Apesar de ainda não ter contra indicação comprovada, a ingestão do chá de hibisco deve ser evitada por mulheres grávidas, que amamentam e em crianças. 

3. Chá preto 

 

 

O chá preto tem inúmeras propriedades antioxidantes que ajudam a eliminar a gordura dos alimentos pelas fezes, contribuindo diretamente para a perda de peso. Além disso, o chá preto também é diurético, diminuindo a retenção de líquidos no corpo e ajudando a secar a barriga.

Ingredientes:

  • 1 colher de chá de folhas de chá preto;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

 

Ferver a água e adicionar as folhas de chá preto. Apagar o fogo, tampar e deixar a bebida repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber até 2 xícaras de chá por dia,  ainda morno.

Por ter cafeína, o chá preto não é indicado para crianças, para mulheres grávidas e que amamentam, para quem tem insônia, gastrite ou pressão alta. O chá preto pode gerar ansiedade ou agitação em algumas pessoas, sendo importante reduzir a ingestão deste chá.

4. Chá de gengibre

 

 

O chá de gengibre é ótimo para ajudar a secar a barriga, pois tem ação diurética, diminuindo a retenção de líquido no corpo. O gengibre é termogênico, pois aumenta o metabolismo do corpo, fazendo o organismo gastar mais energia. Além disso, ele diminui a absorção de gordura do alimento pelo intestino e ajuda a controlar a fome, diminuindo a ingestão de comida e contribuindo para perder peso. Conheça mais sobre o chá de gengibre para emagrecer.

Ingredientes:

  • 1 colher de chá (1 g) de raiz de gengibre descascado;
  • 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo:

Para preparar o chá, basta adicionar o gengibre e a água em uma panela e deixar ferver por 5 a 10 minutos. Desligar o fogo, tampar a panela e esperar amornar para coar e beber. É aconselhado beber o chá de gengibre no máximo 4 vezes por dia. 

O chá de gengibre deve ser evitado por crianças, por mulheres grávidas ou amamentando e por pessoas com cálculos biliares.

5. Chá mate 

 

 

O chá mate é uma planta rica em cafeína, uma substância diurética que ajuda a eliminar o excesso de líquido no corpo, secando a barriga. Outro benefício da erva mate, é ser rico em antioxidantes, que ajudam a diminuir a gordura do organismo e promover a saciedade, diminuindo a ingestão de alimentos e levando a perda de peso. Entenda os principais benefícios da erva mate e como utilizar.

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de da erva de chá mate desidratada;
  • 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo:

 

Ferver a água em um recipiente, adicionar a erva e apagar o fogo imediatamente. Tampar e deixar amornar por 5 a 10 minutos. Coar e beber. Este chá pode ser consumido frio ou quente entre 3 e 4 xícaras por dia antes ou após as refeições.

O chá mate não é recomendado para para crianças, mulheres grávidas e que amamentam, para quem tem problemas de insônia, gastrite ou pressão alta. O chá mate pode causar agitação ou ansiedade, por isso, nestes casos, sugere-se diminuir o consumo deste chá.

6. Chá matchá

 

 

O matchá é um tipo de chá verde mais artesanal e vendido na forma solúvel. Este chá é um potente diurético, rico em antioxidantes e cafeína que ajudam a eliminar o excesso de líquido e aumentar o gasto de energia do corpo. Por isso, é um chá ótimo para ajudar a secar a barriga. Conheça os benefícios do matcha e como consumir.

Ingredientes:

  • 1 colher de chá de matchá;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

Aquecer a água até o início da fervura. Desligar o fogo e adicionar o matchá. Misturar bem, até se dissolver completamente. Aguardar amornar e beber. Beber até 3 xícaras de chá por dia antes ou após as refeições e após a prática de atividade física. 

Assim como o chá verde, o matchá não é indicado para crianças, durante a gravidez e a amamentação, para quem tem dificuldade para dormir, gastrite ou pressão alta. Agitação ou insônia são efeitos colaterais que podem surgir quando se bebe o matchá, sendo recomendado diminuir o consumo da bebida nestas situações.

7. Chá de carqueja

 

 

A carqueja tem flavonoides, antioxidantes que, entre outros benefícios, ajudam o organismo a eliminar a gordura corporal. Além disso, o chá de carqueja é diurético, ajudando a eliminar o excesso de água acumulada no organismo, secando a barriga. Veja mais sobre para que serve a carqueja e como fazer o chá.

Ingredientes: 

  • 2 colheres de sopa de carqueja desidratada;
  • 1 litro  de água. 

Modo de preparo:

Colocar a carqueja na água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber de 2 a 3 xícaras por dia.

O chá de carqueja é contra indicado para crianças, para gestantes e mulheres que estão amamentando. Também não é indicada a ingestão deste chá para quem usa medicamentos para pressão alta ou diabetes, em casos de problemas graves do fígado e na presença de cálculos biliares.

8. Chá de lavanda 

 

 

A lavanda ou alfazema é uma planta que possui propriedades diuréticas, ajudando a combater o excesso de líquido do corpo e secando a barriga.  O chá de lavanda também é um potente calmante, ajudando a controlar a ansiedade e a compulsão por alimentos, ajudando a perder a barriga.

Ingredientes:

  • 30 g de flores de lavanda;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo: 

Colocar a água para ferver e depois acrescentar as flores da lavanda e apagar o fogo. Tampar a panela e deixar esfriar entre 5 a 10 minutos. Coar e beber. Pode-se beber até  3 xícaras de chá de lavanda por dia.

O chá de lavanda é contraindicado para crianças, para mulheres grávidas e pessoas que tenham úlceras no estômago.

9. Chá de alcachofra

 

 

As folhas da alcachofra são usadas neste chá que tem uma potente ação diurética, ajudando a eliminar o excesso de líquido no corpo e secando a barriga. Veja mais sobre como a alcachofra realmente emagrece.

Ingredientes: 

  • 3 colheres de folhas de alcachofra;
  • 1 litro de água. 

Modo de preparo:

Ferver a água, adicionar as folhas da alcachofra e desligar o fogo imediatamente. Tampar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber durante o dia.

O chá de alcachofra não é indicado para crianças, para mulheres que amamentam, e para pessoas com entupimento da vesícula biliar ou hepatite.

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista em Novembro de 2021.

Bibliografia

  • HECKMAN, A, Melanie; WELL, Jorge; MEJLA, G, Elvira. Caffeine (1, 3, 7-trimethylxanthine) in foods: a comprehensive review on consumption, functionality, safety, and regulatory matters. Journal of Food Science. Vol.75. 3.ed; 77-87, 2010
  • INSTITUTO FEDEREAL SERGIPE. Plantas medicinais: um guia prático. 2019. Disponível em: . Acesso em 26 Mai 2021

Site:   www.tuasaude.com

 


G1 e Tuasaúde

Leia outras matérias desta seção
 » Sequelas de quem teve Covid-19
 » Zeaxantina protege os olhos
 » Emagrecedores proibidos pela Anvisa
 » Doença Falciforme a cura
 » Losartana:remédios são recolhidos
 » AVC ou derrame o que é ?
 » Câncer no testículo
 » Fungos podem transmitir doenças graves
 » Covid19 vírus desafia nossa imunidade
 » Covid19 e o Dímero-D
 » Assombroso não é ter câncer, mas sim não ter
 » Os chás que são venenos ou não ?
 » Vacinas com vírus desativados protegem mais
 » Aterosclerose e seus fatores de risco
 » Vacina em crianças
 » Câncer de tireoide em mulheres, superdiagnosticadas?
 » Leuclopasia oral
 » Melatonina
 » Covid19 - O pesadelo vai continuar em 2022 ?
 » Vacina: A importância da 3ª dose


Voltar