04/03/2021
Estado neardenthal?

Pois bem, chega sempre a hora da verdade, não é mesmo?

É então que as máscaras caem, secas e tísicas, e só resta, o que?

Rezar para os deuses ?

Xingar ?

Esbravejar?

Ou pode chorar.

Chorar pela lição não aprendida após mastigada e cuspida para os quatro cantos do planetinha que aqui chamamos de Terra mas que pelos deuses mais pré históricos é conhecido como “Pocilga”.

Vergonha, vergonha, vergonha.

Vergonha de dizer-nos gente!

Vergonha desta falta de decência.

Que porra de neuronios estao ativados na mente humana?

Estou convencida que arrependimento está sobrando para os criadores da Via Láctea.

O estado de São Paulo foi surpreendido pelo anúncio de lockdown a partir de 6 de março.

Depois do carnaval, uma quarentena para pagar os pecados, que tal?

E  quem paga as contas acumulando na gaveta do povo ?

O auxílio de R$ 200,00 reais!!!!!!!!!????????

Dá para comprar um botijão de gás, um pacote de arroz, cebola, alho, sal e óleo?

Quem paga a conta?

A surrada classe média, pobre, miserável. 

Morrer de fome ou definhar nos corredores de hospitais à espera de atendimento?

Porque é isto que acontecerá na esquina em pouquíssimo tempo. 

Não tá dando para comércio nenhum segurar a onda. 

Não tá dando para empregar ninguém.

Não dá mesmo para a classe autônoma sobreviver.

Sim, mas estamos numa pandemia! 

E até outro dia não tínhamos a menor ideia do significado disso.

Estamos emputecidos e enfezados.

E enfezados no mais puro de seu significado: na merda.

Só que merda de pobre fede e merda de rico cheira rosas!

Adivinha qual somos?

A merda que está fermentando nesta privada que vivemos.

Car…, não deu para manter o rabo quieto no carnaval?

E desta vez foi o carnaval, mas tiveram as eleições, as festas de fim de ano e assim nos lambuzamos, de merda!

Esperar que um representante da bonita democracia brasileira atinja os interesses de todos, é infantil e tolo.

Por isso não entrarei no enlace político.

Quero mesmo perguntar para aquele ali que foi “pular carnaval”.

Onde enfiou a vergonha? 

Porque a máscara deve ter ficado no fiofó mesmo!

Quase um ano orando em línguas, pronunciando mantras, clamando por redenção, rogando  socorro a cientistas e pesquisadores.

E no momento de segurar o fogo no rabo um pouquinho mais, na hora de juntar forças para ter o direito de sobreviver a esta desgraça mundial, saem os loucos gritando: liberdade, liberdade!

Voltamos para o campo de batalha sem armas novamente.

Mas imbecilidade é algo bem distribuído na humanidade.

Nesta terça-feira, 2 de março,  aqui no Texas, o Governador republicano Greg Abbott anunciou a liberação da obrigatoriedade do uso de máscara e outras normas de segurança contra COVID -19.

Greg arrancou a mascara do Texas!

Entenderam bem? 

A partir de 10 de Março no estado do Texas, EUA não é imprescindível o uso de máscara e o estado estará 100% exonerado para TUDO!

Falar cuspindo não será problema.

E não há a mínima chance disso ser uma brincadeirinha enviada das profundezas do inferno pelo próprio Senhor das Trevas.

Há quase 2 semanas o Texas viveu o horror de uma “tempestade de inverno”.

Alguns lugares atingiram a temperatura de -20 graus Celsius!

Sem luz, água, aquecimento, o frio literalmente matou 70 pessoas no estado.

Sem preparação para uma emergência desta natureza, só foi possível esperar o vendaval passar.

Ainda com tanta gente desamparada, colocaram o nariz do "Olaf" de neve encerrando  a obra teatral de horror: adeus a pandemia, queimem as máscaras!

A cidade de Houston, uma das mais importantes do estado, tem o maior número de casos de contaminação por mutação do vírus, provenientes de UK, África do Sul e Brasil.

Os EUA lideram o número de casos e mortes por coronavírus com 28.8 milhões de casos confirmados e 518 mil mortes.

Texas é o segundo estado americano com maior número de casos confirmados e mortes por coronavírus com 2.6 milhões confirmados e 44.626 mortes.

Senhores, fazendo alusão a expressão do presidente americano Joe Biden: vivemos ou não em um estado neanderthal? 

Daniele de Cassia Rotundo



Leia outras matérias desta seção
 » Tudo parecia caminhar para o fim?
 » Eis a minha pergunta: “ faço o que agora”?
 » Estado neardenthal?
 » No mundo dos "Es", pensando como pensar
 » Pensando como pensar
 » 2020 - Cicatrizes na alma
 » João, Pedro e Rita - parte II
 » O mês do cachorro louco
 » O peso das coisas
 » João, Pedro e Rita
 » E se tudo isso não passar
 » Diário caótico sobre o coronavírus
 » Oração de aniversário
 » Encontros & Desencontros II
 » Encontros & Desencontros e o tempo
 » O tempo e a mulher do espelho
 » A mulher do Espelho
 » Sou mas quem não é (pirada)
 » Biblioteca
 » Carta para os olhos vazarem

Voltar