» Colunas » Editorial

19/10/2008
Vox populi/Os dez mandamentos


O que o eleitor espera do prefeito e vereadores? As expectativas parecem convergir para alguns pontos em comum, que se convertem nos mandamentos do povo para seus eleitos:

Quanto aos vereadores, os dez mandamentos são:

1- parar de agir em causa própria.
2- reavaliar o papel da Câmara junto à administração municipal.
3- ser independente do prefeito e agir como representante do poder autônomo.
4- dar o exemplo de austeridade, para não esbanjar dinheiro do contribuinte com mordomias como empregar familiares ou comprar carros sem função do Legislativo.
5-ter transparência nos atos da administração da Casa de Leis, como nunca realizar sessões ordinárias ou extraordinárias fora do plenário aberto ao público, e divulgar leis, prestação de contas e a “ordem do dia” das sessões, pelo site da Câmara.
6- instalar quantas CPI´s forem necessárias para apurar irregularidades na administração municipal, a começar pela própria casa.
7- não ter medo de ser oposição, para, quando for necessário, dizer não ao prefeito ou a quem quer que seja.
8- jamais trocar favores pessoais conseguidos junto ao prefeito por apoio parlamentar, isolar aqueles que praticam a má política do “é dando que se recebe”. É hora de separar o “joio do trigo”.
9- dar o exemplo pessoal como autoridade do Município, ou seja, não beber, não ser mentiroso, não ser promíscuo, respeitar a família sob todos os aspectos, não ser desonesto e achar que ninguém vai ficar sabendo dos trambiques, não fazer acertos em detrimento do Município, não pagar veículos de comunicação para se livrar de críticas, enfim, que seja um homem ou mulher de verdade. Que a dignidade seja o caminho escolhido.
10- cumprir e fazer cumprir as Leis.

Quanto ao Prefeito: Os dez mandamentos são:

1-“limpar” a prefeitura no primeiro dia de mandato.
2- mandar fazer uma auditoria em todos os atos da administração antecedente.
3- colocar gente honesta e competente nos cargos de responsabilidade, se possível sem vínculo político.
4- tornar as contas e atos da administração transparentes.
5- cancelar o concurso público sob suspeita.
6- não ceder a políticos mal preparados e dar emprego para cupinchas deles a fim de promover a justiça salarial entre o funcionalismo municipal, onde 10% ganha salário de 1º mundo e 90% de 3º mundo.
7- parar de nomear apaniguados para comporem os Conselhos Municipais.
8- não dar sequência a contratos milionários que são contestados judicialmente ou pelo tribunal de contas, a fim de poupar que o patrimônio do Município transferido para particulares.
9- dar o exemplo pessoal como autoridade do Município, ou seja, não beber, não ser mentiroso, não ser promíscuo, respeitar a família sob todos os aspectos, não ser desonesto e achar que ninguém vai ficar sabendo dos trambiques, não fazer acertos em detrimento do Município, não pagar veículos de comunicação para se livrar de críticas, enfim, que seja um homem ou mulher de verdade. Que a dignidade seja o caminho escolhido.
10-Cumprir e fazer cumprir as Leis.

Por fim, vale a pena lembrar Capistrano de Abreu e sua constituição de um só artigo que expressa: “todo brasileiro é obrigado a ter vergonha na cara”.

Edson Navarro

Leia outras matérias desta seção
 » Colecionando improbidade administrativa
 » Como afastar um Prefeito
 » O Jornalismo
 » Caieiras um Município Carente na TV
 » ITBI não sobe e Lei tem falha
 » Carnaval ainda é cultura popular?
 » Favor não alegar ignorância
 » O Mar de cocô
 » Caieiras homenageia República de Nagorno que não existe
 » Aprendam políticos e advogados
 » O polêmico decreto sobre armas de fogo
 » Caieiras Fest na lama
 » Feijão maravilha, ele de novo!
 » Votos x representatividade uma conta que incomoda
 » Bolsonaro levou....uma nação dividida!
 » A limpeza necessária!
 » O Ministério Público e a Ação Popular
 » Analfabetismo político
 » TV espia sua vida
 » 87% aprovam a greve dos caminhoneiros será ?



Voltar