» Colunas » Editorial

10/03/2012
O Maestro Sergio Valbusa foi assassinado?

O maestro

Quando e enquanto a cidade de Caieiras convivia com suas características amistosas e familiares alguém esteve a expor as suas para o agrado geral. Chamava-se Sergio Valbuza e foi por muito tempo o maestro da região. Compôs muitas músicas, lecionou, abrilhantou memoráveis bailes e pra quem se lembra das inesquecíveis festas de outubro da Igreja Nossa Senhora do Rosário, elas tinham a animação muito emocionante da banda dele, que, do coreto sonorizava suas melodias preenchendo o ambiente num “clima” romântico e contagiante. A música repercutia pela festa elevando mental e sentimentalmente todos os presentes num estado de êxtase indescritível. Desnecessário mencionar aqui seus outros méritos em prol da música regional, pois, isso é bem sabido. No fim do mês de fevereiro deste ano repercutiu por Caieiras a notícia da morte do maestro. No boca a boca da população local a causa de sua morte era mais bem sabida do que os meios de comunicação regional. Sergio Valbuza fora vítima de algozes em sua casa e por eles foi barbaramente agredido. Devido aos ferimentos ele foi internado num hospital donde veio a morrer. Se sua morte foi por causa das agressões sofridas... Ele foi assassinado! Há controvérsias? Sim, se tivesse morrido no ato das agressões diriam sim que foi latrocínio e isto é assassinato. Mas, como sua morte foi nos dias posteriores ao ato dos responsáveis pelos seus ferimentos, então, não foi assassinato, ele simplesmente não resistiu aos ferimentos. Se por acaso os algozes tiverem que prestar contas à justiça, eles terão um atenuante, pois, o homem apenas morreu no hospital e não foi assassinato (uma ova que não foi). Vemos e ouvimos nos noticiários que o Brasil está se tornando uma das primeiras potências mundiais. Que potência ridícula é essa quando muitos pais estão sofrendo por suas famílias estarem destroçadas cujos filhos foram vítimas de latrocínio? Que potência é essa que a mídia anuncia “é proibido qualquer cidadão possuir uma arma de fogo” e sendo assim os bandidos a qualquer hora do dia ou da noite invadem as casas que quiserem para roubar, torturar e até matar, pois, não sendo burros como nós, eles sabem que não encontrarão resistência. Que mídia de merda é essa que mesmo diante de tantas atrocidades diárias fica tendo orgasmos ao comentar sobre a Copa do Mundo e as Olimpíadas? Que valor tem tudo isso? Ainda não sei. Mas, voltando ao maestro e a outros que sofreram um terror igual por culpa de desumanos, dizem que se eles se arrependerem e aceitarem Jesus, eles se tornarão bonzinhos e estarão salvos. Até já ouvi dizer que vários desses desajustados se tornaram bons pastores. Após suas mortes também eles entrarão no céu. Parece mesmo que lá é que o existir é mais importante, então, aqui na terra como não é, nem é necessário se impressionar ou se indignar com os absurdos ou com as aberrações dos seres humanos, coitadinhos eles são muito ingênuos. Além do mais pra que se importar? Tudo passa e temos mais com o que nos preocupar. Dia do Natal, Ano Novo, carnaval, Páscoa, dia das mães, dia dos pais, dia da mulher, dia do cacete, dia da criança, dia da secretária, dia da amizade, dia disso, dia daquilo e etc. E assim caminha a humanidade. Cada vez mais evoluída até o dia em que todos se matem e ai sim o mundo estará livre de problemas. Será o paraíso aqui na terra.

                                                                                                    Altino Olympio



Leia outras matérias desta seção
 » Operação Castelo de Areia a Fênix
 » Direito ou abuso adquirido ?
 » Errar é humano mas persistir no erro é .....
 » É você Satanás ?
 » T.Contas aponta finanças deteriorando
 » Como entrar no anedotário nacional
 » A burrocracia na saúde mata crianças
 » T.Contas SP algoz? implacável? . Nada disso.
 » Tribunal de Contas o implacável
 » Autoridades: os abusos vão acabar?
 » Imbróglio medicamentoso
 » Marcio Menegatti uma história real
 » Europa genocida
 » Tribunal de Contas x Prefeitura
 » Tribunal de Contas age e breca licitação
 » Homenagem a Lei Anticorrupção
 » O mundo mudou, os políticos não!
 » 9 de Julho: a vitória política
 » PROERD da Polícia Militar
 » Resposta ao meu amigo Osvaldo



Voltar