» Colunas » Editorial

30/08/2012
Sem socorro no pronto socorro II

E lá se foi o Ceclair José Matiazzo  com 68 anos, as circunstâncias foram as de praxe, morreu no pronto socorro local sem atendimento adequado, pelo menos é o que diz a irmã dele, a advogada e ex-vereadora Vanda Matiazzo.  Ceclair não teve atendimento médico," nem água  deram para ele", revoltada  após a morte do irmão, disse que procuraria o Prefeito Hamamoto para pedir explicações. Vanda assistiu a agonia do irmão por toda uma noite e não se conformava com o acontecido. quanto a respostas desejadas, vai ouvir muito blá,blá, blá e tudo vai continuar como antes, no quartel do Abrantes, já dizia minha Avó. Caieiras nada mais é que reflexo do SUS nacional, aquele mesmo que nas campanhas eleitorais, os candidatos prometem fazer funcionar, e tem gente que acredita. Em outubro vá lá e coloque seu voto no penico, ops. digo urna.


Edson Navarro

Leia outras matérias desta seção
 » O prefeito de Caieiras e seu secretariado "alienígena"
 » Previsões para 2021 de Nostradamus
 » Ecos de um governo desastrado
 » Os presentes indesejáveis do TCE
 » Identificadas as forças ocultas que derrotaram Gersinho
 » Limpe tudo e entre na Casa limpa, Lagoinha.
 » O lixo que nunca acaba
 » A velha política: dividir para ganhar
 » Liberdade de Imprensa: se acabar as outras não sobreviverão!
 » Caieiras:TCE aponta 33% de sobre preço em cestas básicas
 » Caieiras: Se sair mais do que entra "nóis quebra"
 » A consciência dos políticos brasileiros em reais
 » O presente das trevas do Dória
 » TCE: Mais um prêmio para o ex-prefeito Hamamoto
 » TCE: Chumbo grosso no prefeito de caieiras
 » Liberdade de Imprensa-Daniel Nakao Maibashi
 » Me engana que eu gosto
 » Caieiras e o novo marco do saneamento básico
 » Quem brinca com fogo acaba se queimando
 » Coronavirus: o after day das contas



Voltar