» Colunas » Editorial

11/03/2016
As mortes por deslizamento e soterramento devem ser creditadas aos políticos corruptos

Quando prefeitos e vereadores aprovam loteamentos em àreas de risco, ou então permitem invasões e construções nesses locais, assumem a responsabilidade pelas mortes que vierem a acontecer.

Em Caieiras temos alguns exemplos antigos como  parte da  Vila Rosina, J.Esperança, J. Vitoria J.Marcelino,etc.  e claro as invasões e construções irregulares  em diversos locais.

Projetos mal  feitos e aprovação negligenciando as Leis, atendimento a interesses outros que não o bem público, causam esse tipo de tragédia. As  mortes nas Cidades da região, que não são novidade, crianças soterradas , poderiam ter sido evitadas se as Leis fossem cumpridas.

Todas as Cidades possuem  Lei que regula o uso do solo,devem também obedecer Leis Estaduais e Federais, mas,  não raro são vilipendiadas pelos políticos de plantão.

O resultado costuma ser trágico, mortes anunciadas. A desculpa é sempre a mesma, "não fui eu que permiti, virou problema social"  ou seja sempre tem o "jeitinho", no fundo a intenção é sempre a mesma, ganhar uns votinhos a mais ou conseguir alguma outra vantagem.

Que essas mortes fiquem na consciência dos políticos que aprovaram, facilitaram  ou se omitiram em cumprir as Leis. Exagero, e desde quando a maioria  dos políticos tem consciência?.


 


edson navarro

Leia outras matérias desta seção
 » Caieiras: Se sair mais do que entra "nóis quebra"
 » A consciência dos políticos brasileiros em reais
 » O presente das trevas do Dória
 » TCE: Mais um prêmio para o ex-prefeito Hamamoto
 » TCE: Chumbo grosso no prefeito de caieiras
 » Liberdade de Imprensa-Daniel Nakao Maibashi
 » Me engana que eu gosto
 » Caieiras e o novo marco do saneamento básico
 » Quem brinca com fogo acaba se queimando
 » Coronavirus: o after day das contas
 » A atual guerra Paulista
 » A vez do Witzel
 » O vídeo Bolsonaro x Moro
 » Caieiras deve receber R$ 11 milhões de ajuda federal
 » Feriado da consciência pandêmica - Folclore Nacional
 » Coronavírus-Osmar Terra: "não é bem assim"
 » Coronavírus: e agora manézada?.
 » Prefeito pretende gastar R$ 3,9 milhões em festas
 » Estado de Calamidade impõe normas na esfera jurídica
 » Prefeitura gasta R$ 10 milhões em festas



Voltar