» Colunas » Editorial

07/11/2017
Tapando buraco sem fundo

Caieiras: Alíquotas do ISS tem aumento

A Lei Complementar n. 4976/17 que disciplinou o imposto sobre serviços no Município, elevou quase todas as alíquotas para 5% do valor dos serviços prestados.

Em reunião na Associação Comercial Industrial e de Serviços de Caieiras, os empresários mostraram descontentamento com a medida, alegaram que a carga tributária já é insuportável sem esse aumento.

Se a administração pública não reduzir os gastos jamais conseguirá equilibrar as contas, aumentar impostos é uma solução fácil e equivocada, não funciona a longo prazo se as despesas continuarem maiores que as receitas. Aliás são cálculos que as donas de casa sabem fazer com maestria, é o velho chavão “se sair mais do que entra “nóis” quebra.”

Os buracos no orçamento público existem também por conta da velha e conhecida  manobra, ou atualmente como é conhecida, " contabilidade criativa", que consiste  em superestimar a receita e  em cima dela fixar a despesa. Isso cria a ilusão nos iletrados que podem gastar o valor estimado, pura incompetência profissional dos orçamentistas ou malandragem mesmo.

Outro fator que não agradou foi a forma ditatorial como a alteração foi imposta, o prefeito simplesmente mandou o projeto de Lei para a Câmara e os Vereadores aprovaram sem ouvir os setores envolvidos. Resquícios da "saudosa" ditadura militar ?.

Enfim, os contribuintes de ISS no Município que se preparem para pagar mais a partir de 2018 e ajudar a tapar o buraco sem fundo.

 


Edson Navarro-economista

Leia outras matérias desta seção
 » Tribunal de Contas x Prefeitura
 » Tribunal de Contas age e breca licitação
 » Homenagem a Lei Anticorrupção
 » O mundo mudou, os políticos não!
 » 9 de Julho: a vitória política
 » PROERD da Polícia Militar
 » Resposta ao meu amigo Osvaldo
 » Lixão: Vox Populi Vox Dei
 » Ampliação do lixão, vale a pena lutar contra ?
 » Colecionando improbidade administrativa
 » Como afastar um Prefeito
 » O Jornalismo
 » Caieiras um Município Carente na TV
 » ITBI não sobe e Lei tem falha
 » Carnaval ainda é cultura popular?
 » Favor não alegar ignorância
 » O Mar de cocô
 » Caieiras homenageia República de Nagorno que não existe
 » Aprendam políticos e advogados
 » O polêmico decreto sobre armas de fogo



Voltar