» Colunas » Editorial

Enquetes, as opiniões

Ao passar da carruagem os espectadores ficam confusos, afinal o que quer dizer esses resultados? - O prefeito pelo resultado médio (administração regular) perdeu muito do antigo prestígio, já os vereadores estão em péssima situação.Entretanto, esses resultados devem ser encarados com ressalvas, como toda estatística.Quem navega pela internet não é um público comum, são em sua maioria jovens com boa ou ótima escolaridade, embora as vezes tenhamos por trás deles seus parentes e suas opiniões,então, esse grupo em tese são os formadores da opinião pública e como se sabe podem modificar uma situação em muito pouco tempo.(exemplo recente, os "caras pintadas" que fritaram o ex-pres.Collor). Quanto as demais enquetes ainda é cedo para se firmar uma diretriz, exceto talvez a saúde pública que está seguindo a direção da atuação da Câmara, ou seja: péssima, ruim e regular.É interessante quando uma pesquisa desse tipo firma-se logo no princípio quanto às opiniões e dificilmente após tomar esse caminho tem alguma reversão.Os responsáveis pela saúde pública deveriam ficar atentos a essa situação, que afinal reflete a vontade popular e consequentemente vai pesar nas urnas em outubro deste ano.(vox populi,vox Dei).

Jornal A Semana

Leia outras matérias desta seção
 » Caieiras: Se sair mais do que entra "nóis quebra"
 » A consciência dos políticos brasileiros em reais
 » O presente das trevas do Dória
 » TCE: Mais um prêmio para o ex-prefeito Hamamoto
 » TCE: Chumbo grosso no prefeito de caieiras
 » Liberdade de Imprensa-Daniel Nakao Maibashi
 » Me engana que eu gosto
 » Caieiras e o novo marco do saneamento básico
 » Quem brinca com fogo acaba se queimando
 » Coronavirus: o after day das contas
 » A atual guerra Paulista
 » A vez do Witzel
 » O vídeo Bolsonaro x Moro
 » Caieiras deve receber R$ 11 milhões de ajuda federal
 » Feriado da consciência pandêmica - Folclore Nacional
 » Coronavírus-Osmar Terra: "não é bem assim"
 » Coronavírus: e agora manézada?.
 » Prefeito pretende gastar R$ 3,9 milhões em festas
 » Estado de Calamidade impõe normas na esfera jurídica
 » Prefeitura gasta R$ 10 milhões em festas



Voltar