» Colunas » Editorial

02/03/2021
De filantrópica para Estatal será que muda?

Pronto Socorro tem R$ 11 milhões para funcionar

No site da Prefeitura de Caieiras apareceu a nota de empenho no valor de R$ 11.355.350,46 emitida em favor da Fundação Estatal Juqueri, contratada emergencialmente para fazer o PS funcionar. Como o contrato de prestação de serviço não está publicado, não é possível saber qual o prazo e demais detalhes.

Depois da experiência ruim e decepcionante com a operadora anterior a Aceni, insistir na terceirização agora com uma estatal é ver para crer. Depois da invenção dessas organizações de "ajuda" à saúde pública, com raros sucessos nada melhorou, só piorou e o dinheiro do contribuinte continuou sendo mal gasto e consumido em propinas, superfaturamento,etc.

O contribuinte deve ficar atento e exigir prestação de contas dos atos e atividades da Fundação, depois que o leite derramar não adianta, o dinheiro dos impostos já foi e não volta mais.

Infelizmente pela falta de transparência endêmica nas administrações caieirenses não é possível analisar se os R$ 11 milhões é muito ou pouco.


Edson Navarro - Economista

Leia outras matérias desta seção
 » Lagoinha o rei dos imbróglios, agora é o subsídio!
 » Semeando a discórdia
 » As licitações "bomba relógio" em Caieiras
 » Caieiras: O Município que nada em dinheiro
 » Dr. Peter (Juiz da Comarca) rejeita queixa crime do prefeito lagoinha contra o vice, dr. cleber
 » Prefeitos: Receita infalível para se tornar inelegível
 » Guedes inventa um pássaro sem asas
 » Janio Quadros: faz quase 40 anos que esteve em Caieiras
 » Caieiras: a loucademia de maus políticos
 » O grande imbróglio do PS de Caieiras
 » A briga das Organizações Sociais em Caieiras
 » Os alertas perigosos do TCE
 » Caieiras: A história vai se repetir ?
 » O transporte público em Caieiras
 » Registro de Preços - Merenda Escolar
 » Caieiras: O desabafo pesado do Vice Prefeito
 » E o buraco nas finanças continua
 » Organizações pilantrópicas
 » Lagoinha e Gersinho qual a diferença ?
 » Caieiras:Multas de trânsito,para onde está indo o dinheiro



Voltar