» Colunas » Editorial

14/09/2007
Na contramão

Enquete que vem sendo realizada por este  Jornal questionando a privatização ou não do hospital municipal, ainda sem funcionamento, dá conta da opinião maciça pela não entrega à iniciativa privada, seguindo os velhos padrões, ou seja, o contribuinte paga a conta e o particular leva.

Entretando, é preciso avaliar se o município tem condições de bancar o custo operacional do hospital, não se esquecendo que já tem várias unidades de saúde para tocar. O ponto de interrogação aparece quando as verbas públicas para a manutenção não são claras, do orçamento municipal parecem ser pouco prováveis que venham, como colocar o elefante branco para andar? - depender do Estado ou da União via repasse do SUS, cada vez mais precário?.

O vereador Hamamoto comentou da tribuna da Câmara que não seria possível funcionar o hospital mais a UBS central por 24 horas, ou um ou outro disse ele. A construção desse hospital reputado de importantíssimo para a região; corrre o risco de ser mais uma obra destinada a gerar problemas, como tantas que existem pelo País afora, mormente na àrea da saúde.

Portanto, a privatização não pode ser simplesmente descartada, pode vir a ser a solução, desde que devidamente licitada nos têrmos da Lei, sem seguir exemplos anteriores, lamentáveis.

Edson Navarro

Leia outras matérias desta seção
 » Colecionando improbidade administrativa
 » Como afastar um Prefeito
 » O Jornalismo
 » Caieiras um Município Carente na TV
 » ITBI não sobe e Lei tem falha
 » Carnaval ainda é cultura popular?
 » Favor não alegar ignorância
 » O Mar de cocô
 » Caieiras homenageia República de Nagorno que não existe
 » Aprendam políticos e advogados
 » O polêmico decreto sobre armas de fogo
 » Caieiras Fest na lama
 » Feijão maravilha, ele de novo!
 » Votos x representatividade uma conta que incomoda
 » Bolsonaro levou....uma nação dividida!
 » A limpeza necessária!
 » O Ministério Público e a Ação Popular
 » Analfabetismo político
 » TV espia sua vida
 » 87% aprovam a greve dos caminhoneiros será ?



Voltar