01/05/2018
Mr. Brom

De alguma forma eu precisava falar dele...

Porque quando o contratei ele tinha a simples função de um coadjuvante, aquele que seria usado no final de cada sessão, apenas com um carinho a mais em minhas clientes.

Procurei bastante, selecionei entre muitos candidatos, pois sempre busquei o melhor para a minha clientela, mas eu tinha também que ver os custos, afinal tudo tem que estar dentro de um padrão que eu pudesse manter.

A escolha não foi fácil, pois eram tantos candidatos. Cada um com seu estilo, mais arrojados, corpos torneados, mais franzinos, mas que conseguissem desempenhar o seu papel a contento.

Eu o escolhi forte e vigoroso, pois nesses casos, a potência conta bastante, e ainda têm a capacidade de dar “aquela pegada”, e consegue proporcionar certo calorzinho onde toca, que as embalam e as fazem sonhar.

Fiquei muito satisfeita com a contratação de um ajudante, pois a parte da terapia que exige mais força, ele faria.

Quando o apresentei para as primeiras clientes, percebi até receio da parte delas...

Afinal, ele era grande, forte, musculoso mesmo e dava até medo.

Mas, qual não era a surpresa delas quando o sentiam pela primeira vez...

Ahhh! O sucesso foi imediato.

Tanto que hoje em dia, se eu não tomar cuidado, a coadjuvante na sessão serei eu.

Cada vez mais desinibidas, elas aguardam ansiosamente para o momento que ele entra em ação.

Agora ouço frases de minhas clientes do tipo: “com esse eu caso!” e “como esperei por você, meu querido!”

Outro dia, uma cliente me fez um pedido: “Selma, você me emprestaria para levá-lo num motel”?

Rindo muito, eu respondi que sim, mas e como ela explicaria para o seu marido? Ela me respondeu: “quem disse que vou levar meu marido”...

Bom, diante de tanto sucesso, hoje sou grata ao meu querido companheiro que não é mais coadjuvante, e sim, tem um papel destacado na nossa empresa.

Mr.Brom, o meu, o nosso, vigoroso massageador, ou melhor: “O nosso poderoso vibrador”

Queridinho de todas!

Palmas para ele....



Leia outras matérias desta seção
 » Meus queridos, meus velhos, meus amigos!
 » Cala a boca Magda
 » Fui me despedir
 » O fim de uma história
 » Quando o universo não conspirar desista!
 » Namorado azarado!
 » Descompasso
 » Aparências
 » A Viagem (com a sogra) - Última parte
 » Nossa praia e o novo normal
 » A Viagem (com a sogra) - Terceira parte
 » A Viagem (com a sogra) - Segunda parte
 » A Viagem (com a sogra) Primeira parte
 » Bravas Mulheres ou Mulheres bravias?
 » Sonho e realidade
 » Os Invisíveis
 » Bordado nas estrelas...
 » Vazio...
 » Uma história sem fim...
 » A pior monstruosidade de um ser humano

Voltar