07/10/2021
Outros tempos já foram melhores

Quem do “meu tempo” de jovem ainda continua por aqui neste mundo e neste país e de quando até se ouvia dizer que Deus era brasileiro? Quem se lembra de quando a televisão apareceu no Brasil? Quem se lembra de quando os programas de televisão eram simples, inofensivos e divertidos? Pareciam que não forneciam nenhum perigo. Quem ainda se lembra do Circo do Arrelia e do Repórter Esso que tinha crédito no que noticiava? Todo aquele início da televisão no Brasil “ficou no tempo do zagaia”, gíria esta que significava “já ter passado muito tempo”.

Hoje, nestes tempos tão tumultuados por distorções das verdades ou omissão delas, os meios de informações televisivos bem que poderiam ser chamados de “Jornais Desnacionais”

Como se dizia “todo povo tem o governo que merece”, também se poderia dizer que “todo povo tem a televisão que merece ou vice-versa”. Se um canal de televisão divulga mentiras, distorce ou omite notícias importantes, isso não é uma ofensa grave ou traição para quem assiste tal canal? Mas, parece que não é ofensa e nem traição para quem continua a assistir tal canal de televisão que desrespeita o telespectador e o povo. Então se o povo não boicota quem propositalmente o desrespeita e o desinforma, a culpa é dele por tal canal continuar a operar falsamente.

Que dizer daqueles formadores de opiniões propositalmente incoerentes e maldosos que se utilizam dos canais de televisão para veicularem suas opiniões sem fundamentos? Que dizer dos canais de televisão que mantém em suas divulgações tais formadores de opinião que são desrespeitosos contra as verdades? Que dizer dos canais de televisão que não são imparciais e que mantém em suas programações aqueles formadores de opinião que são indisfarçavelmente militantes políticos e irritantes? Hoje em dia com tanto descalabro televisivo até daria para se dizer aos que são simpatizantes com tal meio de comunicação “diga-me com quem andas que eu direi quem tu és”.

Altino Olimpio

Comentários:

Meu amigo, infelizmente o povo enxerga a TV e seus respectivos canais em puro entretenimento, hoje os novos pais assistem os canais de formadores de opinião e novelista mas deixaram a muito de assistir aos seus filhos!
Triste, não educamos mais, não sabemos mais ler, escrever, fazer contas e muito menos pensar, talvez lá na frente alguém perceba que todos os meios de comunicação estão em quase sua totalidade no CNPJ dos grandes políticos! Quem será que  veio primeiro: Os meios de comunicação ou os políticos!
Deveria ter nascido burro, não sofreia tanto!
Abraços / Marcelo

 



Leia outras matérias desta seção
 » A tua estrada
 » O nascer sem saber e sem querer
 » Evolução indigna e maligna
 » Outros tempos já foram melhores
 » Disenteria provoca reflexões
 » Nós e o cérebro
 » Libertinagem de expressão
 » Mundo louco
 » Nem percebi o tempo passar
 » Humanidade atropelada pelas mudanças
 » Amor ao próximo tão distante
 » Só os velhos vivem sem ilusões
 » Brasil muito atrasado
 » O livre-arbítrio desapareceu
 » É verdade que são mentiras
 » O Continente fantasia
 » Nós sempre somos consequências
 » Quando estamos sendo nós mesmos?
 » Todos saem do povo mas depois...
 » Ninguém se livra do passado

Voltar