20/12/2021
Mistura de assuntos

Registrado em cartório o casamento é autorização para o sexo gratuito.

Nesta época o motel acabou com a lua de mel.

O efeito colateral do amor pode ser muito danoso.

Hoje o poder de cura dos remédios evoluiu, pois, pode-se consumi-los até a morte que eles não fazem mal para as doenças.

Lá onde nasci se via nos varais de secar roupa, calcinhas de mulher feitas em casa com um tecido bem absorvente que era de pano de saco de farinha. Sei que isso parece mentira, mas juro que é verdade (risos). Só eram substituídas por outras de outros tecidos modernos quando as moças ficavam “noivas de aliança” e iam pra cidade comprar roupas pro enxoval.

O filósofo Vaginaldo sempre dizia: Para se viver bem na sociedade sempre é bom evitar falar a verdade.

Lá onde nasci e quando eu era criança eu não soube porque quando a mulher tinha nenê ela ficava uma semana num quarto escuro mesmo tendo dado a luz.

Outro dia me encontrei com uma amiga que fazia tempo que eu não a via e ela logo foi me perguntando: Hei por onde andas? Respondi: Eu ando pelo chão, pois, não tenho asas para voar. Essa amiga me disse que hoje estão chatos os programas de televisão e que não suporta o Big Brother, mas, não deixa de assisti-lo porque, afinal, sempre é bom ser bem informada.

Os homens pensam muito nas mulheres antes do sexo, depois nem tanto.

Depois do nascer só temos a vida para viver e na velhice antes do morrer muitos ficam pensando se de fato viveram a vida que tinham para viver ou se apenas existiram.

Eu que trabalhei numa fábrica de papel nunca soube qual deveria ser o papel que eu deveria representar nesta vida.

Já ouvi aquele conselho: Na vida o melhor é o ser e não o ter. Mas, sem o ter alguém será considerado como ser?

A dança da vida sempre começa quando orquestram o que somos obrigados a obedecer para o viver em sociedade.

A pandemia desta época prejudicou muito o laser que era o pão e o circo para o povo e agora só sobrou o picadeiro donde políticos se apresentam.

O mundo sempre foi um teatro onde os seres humanos sempre representaram as suas comédias e as suas tragédias.

Quando paro de me observar para observar a vida dos outros me parece que nada existe para observar a não ser suas imitações do viver dos outros.

Hoje em dia aqueles que ainda olham para o céu e contemplam as suas brancas nuvens não devem deixar que aqueles que só olham para o chão fiquem sabendo porque eles iriam ridiculariza-los.

O programa de rádio “A Hora do Brasil” que em 1938 passou a ter a transmissão obrigatória no horário das 19 às 20 horas, em 1962 seu nome foi mudado para “A Voz do Brasil”. Se me lembro, na hora de tal programa muitos iam cuidar de seus afazeres domésticos.

Alguém consegue perceber como ficou este país que depois do governo militar a democracia retornou tão amada pelos políticos civis tão honestos?

No próximo Sábado de Aleluia se houver a malhação do Judas de quem seria a cara dele que o leitor escolheria para ser malhado ou queimado?

Se cada qual omitisse de dar a sua opinião ai sim ela poderia ter valor.

Antigamente quem gostava de sempre levar vantagem era chamado de “bom de bico”, coitados, agora são chamados de corruptos.

Se todos lessem o pensamento de todos, todos não mais sairiam de suas casas pois, sem poder disfarçar pensamentos todos se envergonhariam.

Se os pobres de espírito serão os bem aventurados, aqui neste país serão todos aqueles que acreditam no que é divulgado pela mídia.

A mentira que no Antigo Testamento era um dos pecados capitais parece que deixou de ser entre os que mentem bem e até são bem queridos.

A hipocrisia que existe entre muitos dos homens não existe entre os animais porque eles sendo autênticos não falseiam as suas intenções ou condutas perante seus iguais e nem perante os seres humanos.

Já ouvi dizer que a vida é toda de ilusões e agora sem elas não sei mais o que fazer com a minha vida.

Depois que eu morrer me vai ser muito monótono ficar sozinho lá no céu.

O destino é aquele que cada um cria pra si mesmo.

Antigamente se dizia que quem lê vale mais mas por aqui neste pais o que vale mais é nada ler.

Durante tanto tempo dá muito trabalho para se viver e quase nenhum para se morrer (risos).

O tédio sempre ataca quem nunca tem nada para fazer.

O espelho sempre revela o que o passar do tempo faz conosco e não adianta se contrariar ou se revoltar por causa dessa revelação indesejável.

Quando reencontramos com pessoas que há muito tempo não víamos vemos nelas o que lhe fez o tempo que nunca se vê mas se vê as suas transformações indisfarçáveis.

Nada se deve contar para as pessoas que depois de nos ouvir ficam filosofando sobre o que falamos como se quisessem nos ensinar e nos explicar o que já sabemos sobre o que lhe falamos ao invés de terminar o assunto que por si só já se explica.

O sempre falar em demasia é a sina de quem não tem nada pra falar.

Neste mundo agora tão tecnológico parece que as criancinhas ficaram sem os contos de fadas que agradavam e embelezavam as suas imaginações.

Me surpreende como agora todos os brasileiros falam inglês. Os ouço falar e até a escrever Fake News, link, Facebook, Messenger, chat, whatsApp, Instagram, Youtube, Google e etc. Agora os brasileiros estão inglesados.

Quando sentimos solidão é por causa de que nada temos de agradável ou importante para conversar conosco mesmo e conversar com os outros já não mais queremos (risos).

O tanto tempo a passar apagou muita coisa que eu tinha na memória. Ainda bem, pois, relembrar é como se fosse reviver. Todos têm “coisas” que não querem relembrar. Até que eu gostaria de lembrar dos amores que tive na vida, mas, não consigo separar tempo para isso. Se eu fosse me lembrar daquelas que foram os meus amores, me lembraria de como elas eram e não como elas são ou estão agora. Devem estar bem diferentes (risos).

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » O dia de Natal para os porcos
 » As reencarnações não se demonstraram
 » A Terra já está velha...
 » O Universo imensurável
 » A história do Universo
 » Muito se vive separado do estado presente
 » Tempos felizes e românticos
 » Mistura de assuntos
 » A Consciência
 » Ilusões e desilusões
 » Deus falando com você
 » Toque de Silêncio
 » Cabeça cheia
 » A tua estrada
 » O nascer sem saber e sem querer
 » Evolução indigna e maligna
 » Outros tempos já foram melhores
 » Disenteria provoca reflexões
 » Nós e o cérebro
 » Libertinagem de expressão

Voltar