15/06/2022
Vida eterna

Parece que a velhice para o ser humano pode ser de seus tempos de maiores reflexões já que ele tem mais tempo para isso. Nessa fase da vida, não todos, mas, tem quem se utiliza dela para em memória voltar ao passado para se lembrar de fatos vividos que foram agradáveis ou desagradáveis, tristes ou alegres e etc. Da juventude até a maturidade de quando as ilusões, as superstições e as inverdades têm mais influência sobre qualquer pessoa, elas muito tem a ver com o encharcar o cérebro com inutilidades que no futuro ele traz de volta à consciência mesmo que não se queira. Dependendo do que de bom ou de mal se deixou ir se alojar no cérebro, na velhice ele pode ser o inferno de cada um quando memoriza o que não se quer memorizar (risos).

Existem muitos benfeitores que em seus ensinamentos explicam suas técnicas para parar os pensamentos que até atordoam muita gente, aqueles que se queixam que não conseguem parar de pensar, principalmente no passado. Mas, quem consegue? Que pena que não existe na testa um botão que liga e desliga o pensamento. Muitas pessoas sofrem quando sem querer se lembram das “coisas” erradas que fizeram no passado e não conseguem se livras delas porque estão gravadas em seus cérebros, ás vezes, como vergonha, decepções, culpas ou remorsos. Mesmo o se lembrar de coisas boas, elas não existem mais e só interferem com o presente. Sempre pensando e pensando até se esquecendo do presente de donde se está, isso é uma espécie de auto hipnose.

Eu também nos meus quase oitenta anos de idade as vezes “me vejo” distante de mim mesmo “passeando” lá no passado. Me vi na igrejinha que ficava no lugar mais alto de donde eu nasci e morava. De lá se via bem os telhados da fábrica de papel que mantinha a existência de todos de lá. E foi naquele igrejinha na aula de catecismo que pela primeira vez ouvi falar sobre a “vida eterna”. Significava que a vida não tem fim. Mas, para isso primeiro seria preciso morrer e tendo sido muito bom enquanto se viveu. Vida eterna... Até me lembrei do poeta e compositor Vinício de Moraes que disse ou escreveu: Que seja eterno enquanto dure (risos).

Para saber mais da vida eterna liguei o computador e acessei o manicômio online (internet) e fiquei sabendo que desde lá do passado donde ainda não existia a de hoje tão falada “fake news”, em escritos antigos já se considerava a vida eterna como um fato. Para quem quiser saber mais sobre a vida eterna e mais deseja-la, basta acessar o vídeo cujo link está aqui: https://www.youtube.com/watch?v=yGdprQzPed8&ab_channel=PastorAnt%C3%B4nioJ%C3%BAnior

Altino Olimpio



Leia outras matérias desta seção
 » O finito no infinito
 » Vida eterna
 » O Alcebides da Ilha das Cobras
 » Ingenuidade generalizada nacionalmente
 » Vivemos incomodados pelos anormais
 » Perdidos no espaço
 » Quando o futuro nos aparece?
 » Pensamentos perturbadores
 » Coisas da vida
 » Saudades da solidão
 » Afinal quem somos de verdade ?
 » Quem são mesmo os racionais e os irracionais?
 » Os Mitos e a Eternidade
 » Tudo Passa e tudo passará
 » A “Maria vai com as outras” se generalizou
 » O bonde de São Januário
 » A curiosidade e os curiosos
 » Mentiras confortantes
 » Chutando lata pela rua
 » O dia de Natal para os porcos

Voltar