04/05/2024
Melhor não seria nós só crermos...

Melhor não seria nós só crermos com o que existe neste mundo? 

As pessoas se julgam independentes em seus pensamentos, em suas opiniões e nem imaginam que adquiriram conceitos provenientes de outros. Muitas delas parecem que leram apenas o catecismo e aprenderam que existe um mundo invisível para onde iremos depois que morrermos e ficarmos invisíveis também (risos). E como se sabe, pouco se informaram através de outras leituras o que poderiam aprender de diferente para compararem com os seus pensamentos, se eles são válidos ou não. Mas, quem são as pessoas se elas mais são na vida tudo o que adquiriram de outros e nada delas mesmas? Talvez, só os filósofos de então, pelo que escreveram viveram suas vidas tendo pensamentos próprios sem a influência de pensamentos dos outros. 

Se alguém perguntar para alguém: Quem é você? É fácil adivinhar a resposta.  “Eu sou fulano de tal nascido em tal data e ...” (Na verdade “fizeram-no nascer”) Nasceu sem querer vítima que foi, no mais das vezes de um descuido entre um homem e uma mulher durante uma relação sexual prazerosa que mais parece ser uma armadilha da natureza que prima pela multiplicação da espécie humana. Enfim, todos nascem sem saber que nasceram ou porque nasceram. É por isso que muitos ficam procurando saber qual o significado da vida, se é que ela tem algum significado (risos). 

Mas, muitos adultos que ainda estão no Jardim da Infância pensam saber que somos uma originalidade invisível e independente vinda de algum lugar para preencher o interior de cada um de nossos corpos. Mas, a ciência nunca comprovou que interiormente temos um sósia que nos guia na vida e seja dono de nossas ações. Mas, por que será que gostam de contrariar a realidade com que a ciência aprova ou reprova acreditando em fatos que não se justificam, provenientes que são de um mundo invisível, o mundo transcendental em que ninguém ainda esteve lá para confirmar a sua existência? Então, tudo fica por conta da imaginação e os homens são especialistas nisso, em criar existências onde eles não têm acesso.

Altino Olímpio



Leia outras matérias desta seção
 » Nascer é o substituir do que está a morrer
 » Antigamente se dizia que a vida já era uma escola
 » Deus, o sol, o mundo e a Natureza
 » Mundo teatro das ilusões e das superstições
 » O tempo está em tudo
 » Somos ou não somos importantes?
 » É verdade que quem morre descansa?
 » O sistema sempre cai
 » Pensar nos pensamentos
 » Ele está voltando
 » Qual é o sentido da vida se é que existe algum?
 » A alma humana em destaque
 » Melhor não seria nós só crermos...
 » Mundo desprotegido
 » Nesta época quantos iluminados existem no mundo?
 » Opiniões ou conclusões impopulares
 » Turismo na UPA de Perus
 » A solução
 » No mundo existem crédulos e incrédulos
 » Joana d’Arc (1412 – 1431)

Voltar