15/01/2016
Dona Pêpa e Seu Honório

Aposentados, moradores de Caieiras por 40 anos, resolveram morar numa chácara em Bragança Paulista.
 
De vez em quando, batia uma saudade e vinham prá Caieiras visitar filhos, parentes e uscambau. Pegavam seu Fusca e pé na estrada. Entravam na Rod. Fernão Dias, paravam no Posto Grão do Galo, colocavam combustível, calibravam pneus, tomavam café com pão de queijo e ...rumo à Caieiras.
 
Chuviscava .........
 
Dona Pêpa – Puxa Ho, que dia lindo !!!!!
Seu Honório – Mas...tá chovendo...
Dona Pêpa – Lá vem você com este pessimismo idiota …chuva também é bonito ...
 Seu Honório – É ........ (É hoje)
Dona Pêpa – Chegamos em Mairiporã........que cidade acolhedora ... ...que comércio reluzente........... Quanto movimento, não ??
 Seu Honório – É.......    Vamos por dentro ou vamos por fora ??
Dona Pêpa – Por dentro ....
 
Entraram então, á esquerda no trevo para atravessar Mairiporã, “ por dentro “,
Erraram …simplesmente TODOS os carros de Mairiporã estavam na rua, travou tudo, confusão, rala, rala ......um caos !!    Dona Pêpa se exaltou !!
 
Dona Pêpa – Caralio Honório, você não poderia vir “ por fora “ ??? Olha a merda em que nos enfiamos.
Seu Honório – Mas........mas…. Pê …foi você que sugeriu vir “ por dentro “........
Dona Pêpa – Ora, ora velho decrépito, então se eu sugerir você se enfiar debaixo de um caminhão, você o faz ?????
Seu Honório – É........aí …vareia .....
 
Prosseguiram atravessando Mairiporã, em primeira marcha, seguindo o fluxo de veículos. Após quase uma hora de peregrinação, conseguiram sair na rodovia rumo à Caieiras…ufa.  Dona Pêpa espumava de raiva.
 
Vieram bem, tranquilos, Fusca em velocidade cruzeiro, falanando sobre o asfalto beira lago e chegaram em Franco da Rocha, na qual atravessaram bem pois tinha até que pouco movimento. Saindo de Franco, Dona Pêpa trucou !!
 
Dona Pêpa – Honório, encoste o Fusca e me passe a direção, quero entrar em Caieiras, dirigindo !!!!!
Seu Honório – pensando ...(Fodeu )   Mas.......mas......Pê , faz tempo que você não pratica mais a arte de dirigir um veículo ..........você tem certeza disso ???  Argumentou Honório apreensivo.
Dona Pêpa –  Tenho !!!  Pare essa merda e me dê o volante.
Compreensivo com os desejos de Pêpa, Honório encostou o Fusca e passou a direção para Pêpa.
 
Sem colocar o Cinto de Segurança (coisa de viado, conforme ela), nem bem fechou a porta, Pêpa saiu em disparada, fechando uma Silverado que vinha logo atrás ............levou uma buzinada na orelha, ficou braba e colocando a mão prá fora com o dedo em riste, chamou a Silverado pro páu.
A Silverado deu uma fungada, cortou o Fusca, cumprimentou e sumiu rumo á Caieiras.
 
Dona Pêpa –  Merda de Fusca .......se tivesse quinta marcha eu ia buscar esse folgado ….
 
Chegaram em Caieiras e logo no pontilhão, uma blitz da GM. Vendo a velhota SEM o Cinto de Segurança o Guarda abordou-a: 
 
- Bom dia, casal, benvindos á nossa cidade. Infelizmente tenho que apena-la pois a Sra. está sem seu Cinto de Segurança e isso é Infração de transito. Seus documentos, por obséquio, sim...
Dona Pêpa –  O quêêê  ???  Multar-me ?????    Mas não vai mesmo ........me liga pro Prefeito Névio, já !!!!
GM –  O Prefeito não é mais o Névio , agora é o Bob Hamamoto .
Dona Pêpa –  Há é.......então me liga com o vereador Nico Polon.......
GM –  Morreu !!!!
Dona Pêpa –  E o Antonio Molinari ???
GM –  Também morreu !!!!
Dona Pêpa –  Então.......................Honório , pague a multa e vamos voltar prá Bragança pois Caieiras está apodrecida !!!!!
Seu Honório – (pensando) Sobrou, de novo, véia du caralio !!!!!! 
 
Qualquer semelhança será mera coincidência !!!!!
 

Fred Assoni

Leia outras matérias desta seção
 » Os três Mosqueteiros
 » Erudam-se!!
 » Relato de uma vida vazia
 » A velha carabina
 » Vejo , claramente , a luz apagar-se no fim do túnel
 » Carlos Zéfiro
 » A cueca atômica
 » Cabrunca
 » O cuscuz
 » Eu só queria passar
 » A formatura
 » Um grande amor
 » Festas suspensas
 » Adeus
 » Quase !!!
 » A última viagem
 » CRM Clube Recreativo Melhoramentos
 » Regras atuais para um bom transar
 » A breve vida de Jojô
 » O idioma alemão é fácil

Voltar