30/05/2020
Fala Vardinho:A era dos tristes e desalentados

A ERA DAS PESSOAS TRISTES E DESALENTADAS

O futebol, torna-se tão irrelevante na sociedade brasileira, que chega até irritar quaisquer comentários que se façam sobre este ou aquele time. ACHO que a tendência é de que todos os grandes clubes, entrem em insolvência.
É RIDÍCULO, discutir passatempos esportivos, num país onde morrem mais de 1000 pessoas por dia.
Comentários esportivos são "DE MODÉE".
Não faz sentido nenhum as rivalidades clubísticas, no pé em que andam os fatos o BRASIL, poderá alcançar os ESTADOS UNIDOS na moléstia.

Não existe alento e muito menos expectativas positivas, os fatos vão acontecendo e os brasileiros vivem aos trancos e barrancos.
Não sei até onde poderá caminhar essa tragédia.
Os canais abertos de TV, transmitem JOGOS, NOVELAS, SHOWS de 2000 pra frente e mais nada.

Simultaneamente, caminham o desemprego, a violência doméstica, a ausência de sentido atinente do dia e das horas..
Para os que ficam "em casa" uma segunda feira, um sábado ou domingo é a mesma coisa.

Mas, as pessoas necessitadas precisam de trabalho para o sustento.
Certas notícias do GOVERNO, federal, estadual e municipal, causam pasmo porque são generalidades que não servem pra nada.
ALIE-SE ainda a precariedade da SAÚDE, num sistema que você só paga IMPOSTO e não tem nada seu favor.

REALMENTE, é A ERA DOS TRISTES.E DESALENTADOS

oswaldo joão della betta



Leia outras matérias desta seção
 » Armadilhas do Detran
 » A Fila
 » Cremação segundo o irmão X
 » O acidente de trem de 1968
 » Bitcoin ou pirâmide ?
 » Memórias
 » Imagina se você tivesse nascido em 1900
 » A vida como ela é !
 » Cinismo político
 » A magia de viver bem
 » É para rir ou chorar ?
 » A gratidão do grande maestro
 » A cruz do peregrino reclamão
 » Cobertor curto
 » Fala Vardinho: Comentários sobre o covid19
 » Fala Vardinho: Deus é a fonte do bem
 » Fala Vardinho:A era dos tristes e desalentados
 » Fala Vardinho - Coach
 » Fala Vardinho: A falência do tempo
 » Fala Vardinho: A era dos tristes

Voltar