» Colunas » Editorial

10/11/2015
Saiu em Julho o relatório final da CPI do lixão

Embora tenha sido concluído em julho, aparentemente não houve divulgação. A conclusão foi de normalidade por parte da Essencis.

Recolhimento de impostos foram analisados e aprovados, relatório da Cetesb, contribuição ao fundo social, etc. Tudo em ordem como não poderia deixar de ser, para uma empresa cujo grupo fatura bilhões de reais, o relator Álvaro Berti e os demais vereadores membros da CPI Wladimir Panelli e Zéfinha, chegaram a conclusão óbvia.

Porém, a principal dúvida em cima da Essencis não é essa e sim a questão ambiental, o que era para ser um tratamento de resíduos, virou um lixão sofisticado, do projeto original que incluía tratamento, reciclagem, etc. sobrou as camadas de terra e lona por cima.

Mais grave que receber lixo de mais de uma dezena de Cidades, é o resíduo tóxico que vem junto. Enquanto Cidades proíbem esse depósito em seus limites territoriais, Caieiras recebe tudo e até lama de mercúrio. Claro, devidamente autorizado pela Cetesb.

No início de seu mandato o vereador Panelli fez vários discursos alertando para o passivo ambiental que vem sendo criado, o vereador Álvaro Berti se notabilizou por questionar justamente os danos ao meio ambiente, até tirou fotos do lixão da antiga Cavo de Curitiba, onde sobras de conteúdo tóxico vazavam de tambores enferrujados.

Agora o relatório final aponta que depois de vistoriarem milhares de documentos tudo está em ordem. Brilhante conclusão, o que fez mudar o antigo discurso dos vereadores? Defensores ferrenhos da questão ambiental, se restringiram em examinar documentos financeiros.

Felizmente temos eleições no ano que vem e o povo poderá escolher outra vez quem os representará. Esse relatório certamente será considerado, porque mostra uma mudança mal explicada no discurso e promessa de campanha.   


Edson Navarro

Leia outras matérias desta seção
 » A consciência dos políticos brasileiros em reais
 » O presente das trevas do Dória
 » TCE: Mais um prêmio para o ex-prefeito Hamamoto
 » TCE: Chumbo grosso no prefeito de caieiras
 » Liberdade de Imprensa-Daniel Nakao Maibashi
 » Me engana que eu gosto
 » Caieiras e o novo marco do saneamento básico
 » Quem brinca com fogo acaba se queimando
 » Coronavirus: o after day das contas
 » A atual guerra Paulista
 » A vez do Witzel
 » O vídeo Bolsonaro x Moro
 » Caieiras deve receber R$ 11 milhões de ajuda federal
 » Feriado da consciência pandêmica - Folclore Nacional
 » Coronavírus-Osmar Terra: "não é bem assim"
 » Coronavírus: e agora manézada?.
 » Prefeito pretende gastar R$ 3,9 milhões em festas
 » Estado de Calamidade impõe normas na esfera jurídica
 » Prefeitura gasta R$ 10 milhões em festas
 » Concessão de transporte público



Voltar