» Colunas » Editorial

08/04/2017
Idosos entre 60 e 65 anos voltam a pagar ônibus

A Câmara de Caieiras aprovou uma emenda a Lei Orgânica do Município nº 001/2017, que passou a garantir isenção de pagamento da passagem de ônibus para pessoas com mais de 60 anos de idade, deficientes físicos ou mentais, gestantes a partir do sexto mês de gravidez a aos aposentados que recebem até 2 salários mínimos e meio.

Por conta de decisão judicial a empresa detentora da concessão pública, reverteu o benefício concedido pela Câmara Municipal aos idosos, a alegação foi baseada na Constituição Federal que classifica como idoso as pessoas com mais de 65 anos.

No entanto a LEI 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003. - Estatuto do Idoso diz em seu Art. 1º instituído o Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos. Está feito o imbróglio legal.

Entretanto, a Emenda n. 01/17 garante a isenção da passagem a outras pessoas que são os : deficientes físicos ou mentais, gestantes a partir do sexto mês de gravidez a aos aposentados que recebem até 2 salários mínimos e meio. Segundo informações também elas estariam tendo dificuldades em usar o benefício.

Segundo um vereador a empresa estaria usando de represália contra a Câmara, o motivo seria a fim da isenção do ISS (imposto sobre serviços) votado e aprovado pela Edilidade no fim de 2016. "Esquece o concessionário que não cumprir Lei Municipal enseja a perda da concessão" finalizou o Edil.

Noves fora a controvérsia legal e o desacerto entre a A Câmara e a empresa concessionária do transporte público, mais uma vez o prejuízo sobra para o povo, quiça para a empresa.

 

 

 

 

 

 

 


edson navarro

Leia outras matérias desta seção
 » Coronavirus: o after day das contas
 » A atual guerra Paulista
 » A vez do Witzel
 » O vídeo Bolsonaro x Moro
 » Caieiras deve receber R$ 11 milhões de ajuda federal
 » Feriado da consciência pandêmica - Folclore Nacional
 » Coronavírus-Osmar Terra: "não é bem assim"
 » Coronavírus: e agora manézada?.
 » Prefeito pretende gastar R$ 3,9 milhões em festas
 » Estado de Calamidade impõe normas na esfera jurídica
 » Prefeitura gasta R$ 10 milhões em festas
 » Concessão de transporte público
 » Reciclagem: a burrice nacional
 » Justiça Trabalhista em Caieiras multa mentirosos
 » O pátio do Detran de Caieiras
 » Manual da corrupção
 » Orçamento Público anual é preciso aprender e acompanhar
 » Terceirizar a saúde vale a pena?
 » Operação Castelo de Areia a Fênix
 » Direito ou abuso adquirido ?- Políticos



Voltar