» Colunas » Editorial

10/08/2020
Quem brinca com fogo acaba se queimando

O Tribunal de Contas deu parecer desfavorável às contas da Prefeitura de Caieiras referente ao ano de 2018. A sessão foi em 4 de agosto e a gravação está circulando nas redes sociais.

O TCE alegou graves falhas financeiras inclusive excesso de arrecadação não existente, por seu lado o Procurador de Contas foi incisivo em apontar as irregularidades e taxa-las de gravíssimas, além da Prefeitura ignorar os alertas do Tribunal.

Cabe recurso do parecer desfavorável. Entretanto, deixa Gersinho em uma posição desconfortável e se a posição do Tribunal não for revertida a consequência final é a inelegibilidade e muita dor de cabeça pela frente.Gersinho tem vários processos apartados correndo no TCE e o seu futuro político começa a ficar incerto.

O Jornal A Semana sempre alertou o alcaide que a administração do Município não ia bem, aí está o resultado. Provavelmente 2019-2020 não deve ser diferente.

Vejam o vídeo da sessão que julgou as contas no site da TV Caieiras principalmente a parte do procurador do Ministério Público de Contas ele foi implacável. Vamos ver qual será a posição da Câmara Municipal , se concordar com o TCE fica do lado do politicamente correto, mas, se for contra o parecer e a favor do prefeito os vereadores serão marcados por muitos eleitores como coniventes. O impasse será cruel porque pode custar a reeleição.

 

www.caieiraspress.com.br/tvcaieiras


Edson Navarro - Economista

Leia outras matérias desta seção
 » TCE: Mais um prêmio para o ex-prefeito Hamamoto
 » TCE: Chumbo grosso no prefeito de caieiras
 » Liberdade de Imprensa-Daniel Nakao Maibashi
 » Me engana que eu gosto
 » Caieiras e o novo marco do saneamento básico
 » Quem brinca com fogo acaba se queimando
 » Coronavirus: o after day das contas
 » A atual guerra Paulista
 » A vez do Witzel
 » O vídeo Bolsonaro x Moro
 » Caieiras deve receber R$ 11 milhões de ajuda federal
 » Feriado da consciência pandêmica - Folclore Nacional
 » Coronavírus-Osmar Terra: "não é bem assim"
 » Coronavírus: e agora manézada?.
 » Prefeito pretende gastar R$ 3,9 milhões em festas
 » Estado de Calamidade impõe normas na esfera jurídica
 » Prefeitura gasta R$ 10 milhões em festas
 » Concessão de transporte público
 » Reciclagem: a burrice nacional
 » Justiça Trabalhista em Caieiras multa mentirosos



Voltar