24/07/2014
Tia Lúrde

Tia Lúrde.
Tia Lúrde existiu .
Nascida Lourdes , em Paulista , pequeno município anexo á  Recife , de família humilde , teve aquela infância , puberdade e adolescência que milhares de meninas nordestinas tem.
Estudou datilografia , formou-se no ginásio e aos 18 anos começou a trabalhar no comércio . Foi Lourdes , foi Lurdinha , foi Lú , enfim....até ser admitida numa empresa média / grande do Recife para trabalhar na Administração .
O dono desta empresa , tradicional coronel de terno de linho branco ainda , um dia viu a Lurdinha ; Interessou-se por ela e , achando-a  refeiçionável ,  trouxe-a para trabalhar com ele , no escritório principal da empresa . Seguiu-se o tempo .
Lurdinha passou a fazer parte do harém de Cel Ludgero , dono da empresa de cimento . Cresceu financeiramente , estudou mais alguma coisa , estabeleceu seu território e até tinha algum poder .
Foi quando entrou na empresa , o José , filho de Cel Ludgero , pimpolhão mimado , branco tal qual leite , magro e formado universitariamente em Arte Contemporânea . Ao José foi dado o cargo de Assessor da Diretoria , com direito á carro do ano , combustível , sala aprazível , salário alto e mordomias pois afinal , era o filho do homem .
José , pimpolho abestado , pouco afeito á vida mundana produtiva , dormia em sua mesa o dia inteiro , jogava Pack Man no computador e via sacanagem virtual sem se preocupar com o mundo . Cel Ludgero , preocupado com seu filho , resolveu montar um Departamento de Assuntos Comerciais para ele tocar e contratou uma secretária trilíngue para ajuda-lo e também .....a Lourdes  , ex Lurdinha , já experiente nos expedientes da fábrica . Á principio , Lourdes relutou na transferência pois ela já tocava bem o serviço dela e a flauta de Ludgero e estava crescendo na empresa porém a oferta foi irrecusável com seu salário dobrando de tamanho ( o tamanho da flauta de Cel Ludgero permaneceu o mesmo ) .
Lourdes foi então , encaminhando o jovem José  para os assuntos de fábrica , os processos , a logística , os encaminhamentos comerciais ...........Foi quando um dia qualquer , Cel Ludgero  chamou-a em sua sala ( mas....agora ????   pensou ela já prevendo o entrevero semanal sexual entre partes ) .
Nada disso , Cel Ludgero queria que Lourdes iniciasse seu filho José , então já com uns 25 anos , na vida sexual . Lourdes assustou-se pois nem imaginava aquele calças largas , virgem . Cel Ludgero deu mais alguma compensação salarial á ela e iniciou-se o aprendizado . No início foi meio problemático pois o pimpolhão José , não correspondia aos estímulos semi profissionais de Lourdes e ela teve algum trabalho para apresentar á ele a arte de xerecar on line pois de arte ele só conhecia a contemporânea .
Hoje , eu entro no escritório do Sr José , lá no Recife PE e vejo á direita , a mesa da secretária trilíngue , já  coroa apetitosa e á esquerda , a mesa de Tia Lourdes , já setentona , bem apessoada , bem vestida , carro zero na vaga da diretoria , bem remunerada e ao fundo , sentado em sua mesa milenar de jacarandá amazônico , o Dr José , cara de pastel , magro , careca reluzente que me pergunta sempre .........Fredão , vc viu o preço do Iene ??  e o Euro ???? e o preço do cimento ?????  do papel ????  e eu respondo – Eu vi , claro que vi , tá difícil prá todos !!! e ele contente com a resposta , fecha comigo mais alguns contratinhos CONTEMPORÂNEOS !!!!!!
Histórias reais dum país de fantasia , dum país de faz de conta , dum país que fecham hospitais por falta de algodão e esparadrapo  , dum país que não acha um só político capacitado para geri-lo , dum país de ladravazes contumazes .
Essa historia foi-me contada pela própria , hoje , Tia Lúrde ( como é chamada na empresa ) num happy hour recifense .



Leia outras matérias desta seção
 » Os três Mosqueteiros
 » Erudam-se!!
 » Relato de uma vida vazia
 » A velha carabina
 » Vejo , claramente , a luz apagar-se no fim do túnel
 » Carlos Zéfiro
 » A cueca atômica
 » Cabrunca
 » O cuscuz
 » Eu só queria passar
 » A formatura
 » Um grande amor
 » Festas suspensas
 » Adeus
 » Quase !!!
 » A última viagem
 » CRM Clube Recreativo Melhoramentos
 » Regras atuais para um bom transar
 » A breve vida de Jojô
 » O idioma alemão é fácil

Voltar